Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Seleção Olímpica homenageia o Japão em nova identidade visual para Olimpíadas de Tóquio

Atletas do futebol feminino e masculino ganharam um visual inspirado nos desenhos japoneses, em trabalho realizado para as Olimpíadas de Tóquio

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Badaró Design

Durante as Olimpíadas de Tóquio, as seleções de futebol do Brasil farão uma homenagem especial ao Japão. Quem acompanhar as redes sociais das equipes verá artes estilizadas inspiradas nos animes e mangás japonesas. Já foi possível ver parte desse trabalho na goleada do Brasil contra a China, pelo placar de 5 x 0. O Twitter oficial da seleção feminina mostrou o trabalho, com destaque para a escalação e os gols.

Essa nova identidade foi criada pelo estúdio Badaró Design, de São Paulo.

O estilo está presente não apenas nos traços, mas no uso de formas básicas, nas palavras escritas em Kanji e até nos efeitos de papel e tinta, que simulam as páginas de mangá. Para fazer essa mistura do Brasil com o Japão dar certo, o segredo foi manter as feições dos jogadores e jogadoras, além de usar e abusar das cores verde, amarela e azul da Seleção”, detalha Lucas Ribeiro, head de branding da Badaró.

Inspiração para os desenhos homenageando as Olimpíadas no Japão

A principal referência cultural foi a série Captain Tsubasa (キャプテン翼, Kyaputen Tsubasa), mangá escrito e ilustrado por Yoichi Takahashi que mostra as aventuras de um grupo de jovens apaixonados por futebol. No Brasil a versão anime, chamada Super Campeões, fazia sucesso entre a criançada dos anos 90 e 2000. Outra feliz coincidência: durante uma fase inteira do mangá, o protagonista Tsubasa joga no São Paulo Futebol Clube, seu sonho de infância.

No total foram 46 avatares nipo-brasileiros, sendo 22 de cada seleção, além dos dois técnicos. Cada avatar levou inicialmente 1 hora para ser produzido – eles primeiro eram criados com um visual mais mangá e depois Augusto Camargo, Product Designer e Ilustrador na Badaró, ia adaptando e adicionando características particulares de cada um, sempre com os feedbacks da CBF.

“Tivemos a cautela em manter um equilíbrio entre não deixar uma estilização muito caricata de mangá e perder a singularidade e características particulares dos jogadores, e representar muitas características realistas dos jogadores e acabar fugindo da estilização com traços de mangá“, completa Augusto.

Ramon Aguiar, designer Badaró, assina o Media Guide da Seleção Olímpica de 2021, com Desenvolvimento Front-end dos profissionais Victor Camargo, Tech Lead, e Douglas Martinez, Front-end. Thaty Campos atuou como gerente de projeto.

Onde as artes estarão presentes?

O foco principal será no dia dos jogos das suas seleções nas Olimpíadas. As principais redes sociais serão atualizadas com os placares dos jogos, a escalação e até o apito final. O destaque, claro, para os gols que forem marcados.

O resultado está sendo muito bacana, é legal ver as características dos atletas nos avatares. Acho que a torcida também vai gostar de nos acompanhar nas redes“, avalia Bruno Pacheco, assessor de imprensa da Seleção Olímpica e das Seleções de Base do Brasil.

Estamos sempre buscando uma forma de dialogar com a galera mais nova em nossas redes. Esse será mais um caminho em direção a isso“, completa.

As aventuras da delegação brasileira em Tóquio prometem ser dignas de uma verdadeira saga. Enquanto a seleção masculina vai defender seu ouro, a feminina corre atrás do pódio inédito. A todos eles desejamos boa sorte, ou melhor, ganbatte! (頑張って).

Confira abaixo o vídeo com bastidores dessa produção

Seleção Olímpica 2021 – Case Badaró from Badaró Design on Vimeo.

LEIA MAIS:

Brasil x Alemanha: saiba como assistir à estreia da Seleção Brasileira nas Olimpíadas

Brasil em estreia perfeita, Marta recordista, goleadas e mais; a quarta-feira(21) das Olimpíadas de Tóquio