Santos contesta possível irregularidade em escalação de Kaio Jorge contra Independiente

Clube argentino alega que atacante do Peixe atuou irregularmente por ter sido suspenso em partida da Libertadores; santistas alegam amparo em regulamento

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Kaio Jorge virou ainda mais personagem do confronto entre Santos e Independiente, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Não apenas pelo gol, mas por uma acusação feita pelos argentinos de que o jogador atuou de forma irregular na partida. O que foi rebatido pelo clube em nota oficial.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

A nota publicada pelo Peixe nesta sexta-feira (16) e responde que o atacante, que recebera o terceiro cartão amarelo na partida diante do Barcelona-EQU, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores e estaria suspenso, poderia jogar diante dos argentinos. Para isto, se apoia no regulamento de competições da entidade, em especial o artigo 75.3 do Código Disciplinar da Conmebol

O artigo diz que um atleta suspenso de partidas numa competição por acúmulo de cartões amarelos não terá tal punição carregada para outra competição. Com isso, o Santos alega que Kaio Jorge poderia atuar pois a suspensão do  jogador não poderia ser cumprida na Sul-Americana por ter acontecido em jogo da Libertadores e só poderia ser cumprida nesta.

Além de Kaio Jorge, o Peixe também esclareceu a presença de Camacho no time, alegando que também se amparou nos regulamentos da entidade para poder escalar o atleta contra os argentinos, que querem contestar na Conmebol a susposta irregularidade.

Confira a nota do Santos sobre a escalação de Kaio Jorge contra o Independiente (extraída do site oficial do clube)

 

O Santos FC esclarece que o atacante Kaio Jorge estava apto a jogar diante do Independiente, da Argentina, pela Conmebol Sul-Americana, na quinta-feira, dia 15, na Vila Belmiro. Para evitar qualquer dúvida, o Clube formalizou consultas oficiais à Conmebol em relação à escalação dos atletas Kaio Jorge e Camacho. Nas duas situações, a resposta da entidade, como o Santos já esperava, foi positiva em relação à escalação dos atletas.

Kaio Jorge levou o terceiro amarelo na última partida do Clube pela Conmebol Libertadores, contra o Barcelona, no Equador, mas pelo artigo 75.3 do Código Disciplinar da Conmebol – “a suspensão imputada a um jogador, por acúmulo de cartões amarelos, em partidas distintas, em uma mesma competição, em nenhum caso será transferida para a outra competição”.

Já no caso de Camacho, o Santos FC está amparado pelo artigo 3.7.4.1 do Manual de Clube da Conmebol Sul-Americana. O Santos FC reitera que tanto o Departamento de Futebol, quanto o Departamento Jurídico, tiveram todo o cuidado prévio em cada situação, a fim de evitar prejuízos ao Clube.