Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Santos: Diniz exalta ‘presente’ Carlos Sánchez após goleada

Peixe fez 4 a 0 em cima da Juazeirense e larga na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos saiu na frente nos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil, vencendo a Juazeirense de goleada (4 a 0) na noite desta quarta-feira (28) na Vila Belmiro. Dentre os jogadores que se destacaram, um deles ganhou grandes elogios de Fernando Diniz: Carlos Sánchez.

O uruguaio marcou o quarto e último gol da goleada, o que o fez se tornar o maior artilheiro da história do Peixe, superando Copete. Após a partida, o treinador tratou de elogiar o meio-campista, titular no lugar de Gabriel Pirani, o chamando até mesmo de um ‘presente’ à equipe.

“É um presente para ele e o Santos. É um grande jogador, grande homem e um grande caráter. Tinha muita simpatia quando jogava contra. O Sánchez sempre me chamou a atenção, é um dos jogadores que eu mais gosto no futebol brasileiro. Mesmo com a idade dele, joga em altíssimo nível. Fico quase um ano afastado e voltou muito bem. Estou feliz por vê-lo voltar a jogar. Premiado pelo gol e pela vitória. Ele é um ‘presente de mão dupla’ para o Santos”, declarou Diniz.

Enquanto Carlos Sánchez foi assunto pelo gol e pela marca, outro atleta também foi comentado pelo treinador santista: Kaio Jorge. O atacante ficou fora do jogo desta quarta por estar em processo de negociação com a Juventus e, para o treinador, a esperança é de um acerto permita ao Menino da Vila seguir no Peixe até, pelo menos, o final do ano.

“Se ele permanecer no clube, a intenção é de utilizá-lo. O que eu soube, vindo da boca do próprio Kaio, é que ele quer sair do Santos recompensado de alguma forma. Que quando ele tiver que sair, que saia bem. Se ele ficar, será usado. Meu desejo é que ele fique até dezembro”, afirmou.

LEIA MAIS

A vida sem Kaio Jorge: Santos tem melhor ataque e mais vitórias sem o atacante

Fora dos planos do Santos, Taílson entra na mira de clube da Série B do Brasileirão