São Paulo: Crespo exalta Marquinhos e valoriza atuação contra Racing: “Ter sido protagonista é uma grande satisfação”

Técnico do Tricolor valoriza resultado que levou time para a fase de quartas de final da Libertadores

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial Sao Paulo

O São Paulo conseguiu a classificação para a fase de quartas de final da Libertadores ao vencer de forma irretocável o Racing fora de casa por 3 a 1, com uma das grades atuações da noite vindas de um garoto surgido da base são-paulina, Marquinhos, que marcou um dos gols da vitória tricolor.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Além de ter marcado gol, o jogador de 18 anos participou ativamente dos outros dois gols que garantiram a passagem do time para a próxima fase. Após a partida, o técnico Hernán Crespo elogiou bastante o jogador e sua rápida adaptação a um grupo formado por vários atletas da base.

“O Marquinhos ter estreado há uma semana e já ter sido protagonista é uma grande satisfação para todos. Ele é produto feito em Cotia e quando vê um time com características do nosso, com vários jogadores feitos em Cotia, é uma grande satisfação”, disse Crespo, citando depois os vários atletas vindos do CT da base são-paulina no time titular.

“Sempre analisamos as situações da partida e sempre trabalhamos com Cotia. Por isso, o Wellington está jogando, o Marquinhos jogou hoje, e em outras ocasiões o Talles. Acreditamos que os jovens são o futuro. Mas precisamos de gente com o Arboleda, Miranda, Léo e (Tiago) Volpi. Gente de talento e experiência para ajudar os mais jovens”, completou.

Na derrota para o Fortaleza, o técnico do São Paulo havia afirmado que o time vivia uma ‘situação crítica’ com lesões, ausências e falta de forte investimento em reforços. Após a classificação na Libertadores, Crespo lembrou da frase ao falar se achava que o time, se jogar deste modo, seria difícil de ser batido.

“A gente é um time em construção, que fez várias coisas importantes, mas ao mesmo tempo sabendo que nossa situação era crítica, como já falei há três dias atrás. Sabemos perfeitamente que temos desfalques, mas acho que foi fundamental voltarmos com Rigoni, Benítez e Miranda. É muito mais fácil se jogar futebol quando se há jogadores talentosos e em ótimas condições. Mas em situação normal, precisamos de tempo. Estamos felizes, mas precisamos que os grandes jogadores voltem ao time”, ressaltou.

LEIA MAIS

São Paulo vence Racing fora de casa e avança às quartas da Libertadores