Sergio Ramos revela que Neymar o convenceu a ir para o PSG e fala de sonho da Champions League

Depois de fazer história no Real Madrid, Sergio Ramos busca ajudar o Paris Saint-Germain a conquistar sua primeira Champions

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/PSG

Sergio Ramos foi mais uma grande estrela do futebol a se juntar ao PSG. Depois de fazer história no Real Madrid, o zagueiro aceitou a proposta do clube francês para jogar ao lado de Marquinhos. Segundo o espanhol, alguns fatores foram cruciais para a sua escolha pelo clube de Paris, inclusive Neymar.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Com Neymar, conversamos por seis ou sete anos. Apesar de ele ter sido um jogador do Barcelona, e eu do Real Madrid, nós sempre tivemos uma extraordinária amizade. Isso também se aplica a Di María ou Keylor Navas, com os quais permaneci muito amigos desde que saíram do Real. Eu até passei um verão na Costa Rica (ao lado do goleiro)”, disse o defensor de 35 anos, em entrevista ao jornal “L’Equipe”.

Com grande carreira no Real Madrid, ele conquistou quatro Champions Leagues nos 16 anos que passou no clube. Agora, busca ajudar o PSG a vencer sua primeira taça da principal competição da Europa. Nos últimos anos, os parisienses bateram na trave algumas vezes, como em 2019/20, quando foram derrotados na grande decisão para o Bayern de Munique de Robert Lewandowski,

“Claro, é o que eu desejo. Mas eu imagino que é o objetivo de todo mundo que está aqui. Vir para cá, um clube que tem 51 anos e ainda não conseguiu ganhá-la, seria histórico para todos nós. E no ponto de vista pessoal, ter a quinta, seria muito importante”, comentou o zagueiro do PSG.

Aposentadoria e futebol de alto nível

“Eu não posso me comparar ao Chiellini (dois anos mais velho). Eu conheço meu corpo. O dia que eu sentir que ele nãoestá mais respondendo, vou parar. As pessoas avaliam muito a idade, mas o mais importante é a performance. Você não tem que olhar para a identidade, no futebol moderno, alimentação e descanso é essencial. Eu tenho tido muita atenção a esses fatores por várias temporadas. Eu sou um jogador que depende basicamente do meu físico, é por isso que cuido dele. Acho que ainda posso jogar por três ou quatro anos em um grande nível”, disse o novo jogador do PSG.

LEIA MAIS:

Como assim? Reforço do PSG, Sergio Ramos incentiva ida de Mbappé ao Real Madrid