Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Brasil faz “amistoso” no vôlei feminino e espera de rival das quartas

Seleção já está classificada para os mata-matas e enfrenta o lanterna do grupo

Fernando Cesarotti
Jornalista, professor universitário e fã ardoroso de qualquer esporte. Autor do OlimpCast, podcast sobre esportes olímpicos.

Crédito: Seleção feminina espera quem será o adversário nas quartas de final - Foto: @volleyballworld /Twitter

O Brasil vai fazer um amistoso de luxo na última rodada da fase de grupos do torneio de vôlei feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com a classificação assegura, a seleção enfrenta o Quênia, que ainda não venceu um set sequer, às 9h45 (de Brasília) desta segunda-feira.

Com quatro vitórias, o Brasil faz o jogo de encerramento da fase inicial e já deve ter confirmado, até o início da partida, o primeiro lugar do Grupo A, que terá ainda os jogos entre Sérvia e Coreia do Sul, que vale a segunda posição, e Japão e República Dominicana. Este jogo vale como um mata-mata antecipado: quem vencer avança às quartas de final e as perdedoras estão eliminadas.

No Grupo B, a situação está mais enrolada: Itália, Comitê Olímpico Russo e Estados Unidos chegam empatados à última rodada, com três vitórias e uma derrota. Italianas e norte-americanas se enfrentam no primeiro jogo da chave.

Haja conta

Depois, as russas jogam contra a Turquia, em jogo que interessa ao Brasil: a seleção turca está em quarto lugar, mas se vencer, vai dividir a segunda posição com o próprio time russo e o perdedor do primeiro jogo. Neste caso, os critérios de desempate são:

– número de pontos (vitória por 3 a 0 ou 3 a 1 vale 3 pontos; se o jogo vai para o quinto set, o vencedor leva 2 pontos e o perdedor, 1; quem perde por 3 a 0 ou 3 a 1 sai sem nada);
– set average (número de sets ganhos dividido pelo número de sets perdidos);
– point average (número de pontos marcados dividido pelo número de pontos sofridos);
– confronto direto.

Quem ficar em quarto lugar vai enfrentar o Brasil; o primeiro colocado do Grupo B pega o quarto do A, Japão ou República Dominicana. No caso de segundos e terceiros lugares, há um sorteio para definir quem enfrenta quem (de grupos diferentes), regra criada para evitar “marmeladas”, ou seja, que algum time perca de proposito para fugir de um adversário.

No último jogo do Grupo B, China e Argentina fazem um amistoso, já que as duas seleções estão eliminadas.

LEIA MAIS:

Veja como está o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

É OURO! Rebeca Andrade vence a prova de saltos na ginástica artística

Ágatha e Duda são eliminadas nas oitavas de final no vôlei de praia