Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atacante “italiano”, camisa 10 clássico e velocidade nos lados: as ameaças ao Flamengo na semifinal da Libertadores

Confira quem são os principais jogadores do Barcelona de Guayaquil, o adversário do Flamengo na Libertadores, e como jogam

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Pool/Getty Images

A espera acabou, e nesta quarta-feira (22), às 21:30, já teremos o primeiro jogo da semifinal da Libertadores, entre Flamengo e Barcelona de Guayaquil. Considerando a outra “perna” da fase antes da final, o Rubro-negro, aparentemente, foi que teve mais sorte, no sentido de sair com o adversário mais acessível.

Ainda assim, em uma competição como esta, dificilmente uma equipe chega na semis sem ter méritos, muito menos sem ter jogadores de qualidade. Quando são zebras, inclusive, eles costumam a ser surpresas para alguns dos adversários.

Por mais que o Flamengo seja “favoritaço” a avançar para a final da Libertadores 2021, vivendo excelente fase coletiva sob o comando de Renato Gaúcho, e ainda por cima com ótimos momentos de alguns de seus principais valores individuais — como Gabigol, Éverton Ribeiro e Arrascaeta —, nunca é demais se prevenir.

Abaixo, então, apresentamos as principais armas do Barcelona de Guayaquil para as semis, e os jogadores que mais ameaçam a meta de Diego Alves, tanto nesta quarta-feira como na da semana que vem, no jogo da volta. Confira:

Atacante “italiano” jogando nas costas da defesa

Começamos apresentando as ameaças ao Flamengo na Libertadores a partir daquele que fica mais perto do gol Rubro-negro. Trata-se do atacante Gonzalo Mastriani, o camisa 9 do Barcelona de Guayaquil, que marcou um gol e de uma assistência na competição.

Uruguaio, nascido em Montevidéu mas com dupla nacionalidade italiana, ele atua na equipe desde janeiro desse ano. Típico centroavante sul-americano, tem técnica para se virar fora da área mas principalmente muita malícia e bom posicionamento para aproveitar os espaços entre as duplas de zaga adversárias.

Dez “clássico” é a maior ameaça ao Flamengo na Libertadores

O jogador com o qual o Flamengo deve ficar mais preocupado nessa semifinal da Libertadores está no meio de campo. Estamos falando do argentino Damián Diaz, de 35 anos, que atua pelo Barcelona desde 2016.

Ainda que sua idade seja avançada, o camisa 10 é um armador clássico, atuando sempre com a bola colada no pé, com boa visão de jogo e movimentação inteligente. Foi usando dessas características que ele anotou 2 gols no torneio e ainda deu uma assistência.

Além disso, Damián ja deixou seus companheiros outras duas vezes na cara do gol na Liberta e tem uma média de mais de dois passes-chave — que levam à uma finalização ou à uma assistência — por partida.

A velocidade pelos lados do Barcelona de Guayaquil

Por último, mas não menos importante, o Barcelona tem os jogadores que “unem” Damián Diaz à Gonzalo Mastriani. Se o primeiro tem uma idade mais avançada e o segundo não é o dos mais rápidos atacantes, o time equatoriano tem velocidade pura pelos lados.

Adonis Preciado, Jonhathan Perlaza, Emmanuel Martínez os pontas, além dos meias Gabriel Cortéz e Carlos Montaño, sem falar no lateral direito Byron Castillo, se revezam como opções constantes para receber do camisa 10 e acionar o camisa 9 na área.

Se a união desses jogadores será suficiente para o Barcelona conseguir superar o Flamengo na Libertadores, não sabemos. Mas eles devem dar um bom jogo para os torcedores e os demais fanáticos pelo futebol sul-americano assistirem.

LEIA TAMBÉM

Flamengo pode ter dois reforços de peso para jogo decisivo da Libertadores

Zico elege maior feito de Renato Gaúcho à frente do Flamengo: “É um cara vencedor”

Barcelona de Guayaquil terá dois desfalques para encarar Flamengo; veja provável escalação

Mauro Cezar sai em defesa de titular do Flamengo após críticas e faz cobrança: ‘o que fizeram com ele foi uma covardia’

Especulado em Flamengo, Fluminense e outros clubes, Daniel Alves descarta aposentadoria: ‘Faltam algumas taças’

Diretor do Atlético-MG vê Palmeiras “a frente” e se posiciona sobre Daniel Alves

Marcos vê Atlético-MG e Flamengo na frente do Palmeiras e aponta placar na Libertadores

Hulk afirma que era torcedor do Palmeiras na infância, mas ressalta: “Hoje sou atleticano doente”

As melhores notícias de esportes, direto para você