Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Paysandu não descarta jogador ex-Remo e comenta possível chegada de dirigente do Náutico

O novo coordenador de futebol do Paysandu, Lecheva, foi apresentado oficialmente

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 28 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: John Wesley/Paysandu

O novo coordenador de futebol do Paysandu, Lecheva, foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (18), no estádio Banpará Curuzu. Na entrevista coletiva, o novo dirigente bicolor falou sobre contratações.

Um dos nomes comentados foi o do atacante Dioguinho. O atleta rescindiu contrato com o Remo, recentemente.

Lecheva não descartou a vinda do atleta, mas também afirmou que outros jogadores são avaliados.

“O Dioguinho fez uma temporada muito boa no Remo. Acabou se perdendo por algumas coisas. É um jovem, mas dentro de campo deu resposta muito boa”, reconheceu Lecheva.

“Pode ser um nome que vamos estudar, sabemos da qualidade dele. Existem outros jogadores locais que estamos analisando”, acrescentou.

Próximo passo: executivo de futebol

A chegada de Lecheva obedece ao planejamento da diretoria para a temporada 2022. O próximo passo é a contratação de um executivo de futebol.

O nome de Ari Barros também foi assunto. O atual dirigente do Náutico já exerceu a função no futebol paraense, quando trabalhou no Clube do Remo, em 2018.

Além disso, Ari conhece o Paysandu. Enquanto jogador, ele vestiu a camisa do time alviceleste em 2011.

“O nome do Ari ficou bastante forte durante esses últimos dias. A afinidade com o Ari é gigantesca. Jogou comigo, trabalhamos quase duas temporadas no Paysandu. Sempre tivemos contato”, descreveu Lecheva.

“Quando paramos de jogar, brincávamos aqui uma peladinha de fim de semana. Mesmo no Náutico, tenho falado muito com ele em termos de mercado”, relatou.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Lecheva também elogiou a qualidade profissional de Ari Barros. “Acho que seria um nome que não deixaria a desejar a nenhum outro. Não sei se já houve contato, ainda não falei com a diretoria”, opinou.

Leia a seguir outros assuntos da entrevista coletiva de Lecheva, novo coordenador de futebol do Paysandu:

Chance para atletas paraenses 

“É óbvio que eu, como técnico, sempre montei os elencos. Sempre estive muito atento ao mercado. Sei da qualidade dos jogadores que temos aqui”.

“Há um debate do porquê os atletas paraenses não terem tanto espaço nos dois principais clubes do estado”.

“Em contrapartida, nos melhores momentos do futebol paraense, podemos contar muitos atletas que eram base do Paysandu que foram campeões entre 2000 e 2005. A base era local”.

Montagem do elenco

“A partir de hoje já vamos começar a movimentar o mercado, fazer os primeiros contatos com os atletas, principalmente do executivo”.

“Só vamos falar de técnico após a chegada do executivo. Independente de executivo, eu vou ter minhas indicações de jogadores e a diretoria vai ter as dela. Mas queremos na semana que vem já ter a definição do executivo”.

“Hoje não vai ter no Paysandu um executivo que manda, que contrata e dispensa sozinho. Ele vai ter o seu poder de trazer nomes, vamos analisar e juntos iremos definir esses jogadores que vão defender as cores do Paysandu em 2022”.

Leia também:

Jogo do Paysandu inicia com atraso por falta de ambulância

Paysandu se reapresenta em meio à busca por título e rescisões

Paysandu: goleiro cita sacrifícios para jogar e diz se permanece para 2022

Série C: canal de TV aberta corta transmissão ao vivo antes de fim de jogo

As melhores notícias de esportes, direto para você