Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

10 técnicos que não deram certo nos clubes em que são ídolos

Com a queda de Solksjaer no Manchester United, o Torcedores.com lista 10 técnicos que não tiveram o mesmo sucesso como jogador em seus clubes

Diego Lucio Castro de Oliveira
Torcedor do Corinthians, amante de MMA e Pro-Wrestling, profissional de TI e futuro jornalista

Crédito: Reprodução/Twitter

Demorou, mas Ole Gunnar Solksjaer caiu do comando do Manchester United! Após tropeços seguidos, o ex-jogador e ídolo do clube, foi desligado do cargo, e agora a diretoria dos Red Devils vai atrás de outro comandante.

Com isso, Solksjaer entra em uma lista interessante, de jogadores que se tornaram técnicos de clubes onde foram ídolos, e acabaram não dando muito certo. Pensando nisso, o Torcedores.com lista 10 exemplos de que o amor da torcida não dura pra sempre.

10 técnicos que não deram certo nos clubes em que são ídolos

Na Europa:

Solksjaer (Manchester United) – Assumiu o time ainda não tão badalado, e após a chegada de reforços, principalmente de Cristiano Ronaldo, foi extremamente cobrado. Vieram os tropeços, e a demissão se tornou inevitável.

Ronald Koeman (Barcelona) – Diferente de Solksjaer, o holandês pegou o Barcelona no caminho contrário. O time catalão perdeu Messi, trouxe reforços duvidosos, e sua campanha não foi a esperada. Também foi demitido durante esta temporada 2021/2022.

Gennaro Gattuso (Milan) – O Milan é muito conhecido por trazer técnicos que foram ex-jogadores que vestiram a camisa Rossonera, e Gattuso foi um desses. Comandou o clube de 2017 a 2019, mas sem sucesso.

Andrea Pirlo (Juventus) – Outro que já começou com a ‘enrascada’ de ser técnico em seu ex-clube, foi Andrea Pirlo. O ex-volante teve missão de manter a hegemonia da Juventus no cenário italiano, e tentar ampliar a supremacia no cenário internacional. Mas mesmo com Cristiano Ronaldo no ataque, Pirlo foi mal e acabou sendo demitido na última janela de transferências.

Lampard (Chelsea) – O ex-meia dos Blues até fazia trabalho razoável quando foi demitido no meio da temporada 2020/2021. Após sua saída, Thomas Tuchel assumiu e levou o Chelsea ao título da Champions League. Até por isso, muitos dão certo mérito à Lampard pela formação do atual time.

No Brasil:

Ricardo Gomes (Fluminense) – Ídolo do time campeão brasileiro de 1984, o ex-zagueiro comandou o Fluminense em 2004, mas bem longe do sucesso que teve como jogador.

Hugo de León (Grêmio) – Outro que brilhou nos anos 80 mas não se deu bem no mundo dos técnicos, foi Hugo de León. Ele comandou o Grêmio em 2005, mas foi demitido antes da disputa da Série B daquele ano.

Júnior (Flamengo) – Logo após se aposentar, Júnior se arriscou como técnico do Flamengo. Em 94, ficou com o vice carioca, e em 97 decepcionou de vez, e acabou desistindo da carreira. Atualmente, é comentarista na Globo.

Falcão (Internacional) – Foram três passagens como técnico do Inter, onde até conquistou um Gauchão em 2011. Porém, nem de perto teve o êxito dos tempos de atleta.

Ramon (Vasco) – A última experiência de técnicos ‘ídolos’ aqui no cenário brasileiro, foi o do ex-meia Ramon Menezes no Vasco. O começo foi bom, onde o clube chegou a ser líder do Brasileirão de 2020, mesmo com time limitado. Mas como era esperado, a equipe começou a oscilar, e a culpa caiu pra Ramon, que foi demitido ainda durante a competição. O final todos já sabem: o Vasco acabou rebaixado em 2020.

 

Siga o Torcedores no Instagram e no Twitter

LEIA TAMBÉM:
Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

Após mais de dois anos, Corinthians volta a entrar no G4 do Brasileirão

Decisão de Arrascaeta, jogadores de saída, Felipe Melo na mira, morte de dirigente, joia no Real e mais: resumo da semana no Flamengo

Que aula! Renato Augusto teve números absurdos em vitória do Corinthians sobre o Santos; confira

Pablo Marí de volta ao Flamengo? Dirigente fala sobre chance de negociação

Mercado da Bola: 10 brasileiros que podem trocar o Brasileirão pela Europa na próxima temporada

Neto surpreende e aponta torcida ‘mais engajada’ do Brasil

Cafu aponta favorito para conquistar a Champions League: “Tem jogadores decisivos”

Entende do assunto! Cafu aponta melhores laterais-direitos do mundo em atividade