Torcedores – Notícias Esportivas

Fórmula 1: Hamilton continuará com o número 44 mesmo se for campeão e explica o motivo

Hamilton e Verstappen decidirão o título no GP de Abu Dhabi de Fórmula 1

Alexander Rodrigues
Redator no @AlemanhaFC, @Torcedorescom, ADM da página @futebolcomamor e torcedor do Feyenoord.

Crédito: Divulgação/Instagram - @mercedesamgf1

Em entrevista antes do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1, Lewis Hamilton falou sobre porque não usará o número 1 caso bata Verstappen e seja campeão nesse final de semana. Para o inglês, todo início de temporada as coisas zeram e por isso ele prefere usar o número 44, que é a numeração que o inglês usava nos seus tempos de kart.

“No momento, esse é apenas mais um campeonato para mim. Cada ano começa do zero. Você é o caçador e está lutando desde o momento em que começa a treinar, focado em vencer. Por isso eu não uso o número 1 no meu carro, uso o número 44. Não me considero o ‘atual campeão’, me considero aquele que vai lutar pelo título daquele ano.” – afirmou Hamilton, que falou sobre a expectativa para a decisão no GP de Abu Dhabi.

Hamilton não achava que estaria brigando com Verstappen a essa altura do mundial de Fórmula 1

“Estou aqui para fazer o melhor trabalho que posso com esta equipe incrível. Nunca pensamos que iríamos brigar páreo a páreo nessa última corrida. Vivenciamos uma recuperação incrível e estivemos em uma ótima posição nas últimas corridas.” – disse Hamilton, que também comentou sobre a possibilidade de o título ser decidido em uma batida.

“Não coloco energia nesse tipo de coisa. Realmente, acredito que todos aqui vêm para vencer. Quero acreditar que todos querem fazer isso pelo caminho certo, então nem deixo isso passar pela minha cabeça. Vamos continuar avançando a todo vapor com esse foco, sem desperdiçar energia com coisas que estão fora de nosso controle.” – finalizou o inglês da Mercedes F1.

Fonte: GE

Leia também

Fórmula 1: Novidade no GP de Abu Dhabi promete uma corrida emocionante

Fórmula 1: Toto Wolff rebate chefão da Red Bull: “O bom senso é necessário na F1”

Mercedes F1 encerrou patrocínio polêmico com Kingspan após furiosa reação das vítimas da Torre Grenfell

Fórmula 1: McLaren correrá com pintura especial no GP de Abu Dhabi; veja como ficou

Flamengo tem quatro atletas entre os com mais gols no ano; veja lista

Atlético-MG termina o Brasileirão como a equipe com mais vitórias

Talisca no Corinthians, novo técnico do Flamengo, Pedro no Palmeiras, Marcelo no Fluminense: as últimas do mercado da bola

Brasileirão 2021: veja quanto cada clube faturou de premiação