Torcedores – Notícias Esportivas

Golaço bizarro dá vitória à Jacuipense na abertura do Campeonato Baiano

O Jacuipense estreou com vitória em casa no Campeonato Baiano de 2022 – 1 a 0 sobre o Doce Mel. Nada de anormal não fosse o gol que garantiu o triunfo. O único tento da partida foi marcado por Jean, em um lance que misturou sorte e um domínio acrobático.

João Victor Miranda
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter

O lance ocorreu ainda no primeiro tempo. Aos 24 minutos, após longo lançamento na área, a bola foi ajeitada para o meio. Jean invadiu a pequena área para completar para o gol, mas já estava caindo. Além disso, o jogador passou da bola. Nada que o impedisse de prendê-la entre as pernas, levantá-la e soltá-la de forma estranhamente harmônica, encobrindo o goleiro adversário.

O gol deixou até os jogadores do Doce Mel sem reação. Goleiro e zagueiros se entreolharam, procurando culpados e pedindo algum tipo de irregularidade, mas o gol foi validado.

Classificação do Baianão

O Jacuipense foi um dos únicos dois times a triunfar na primeira rodada do Campeonato Baiano, assumindo a segunda colocação da competição. O Atlético-BA, atual campeão, é o líder, pois venceu o Conquista por 4 a 1.

Na próxima rodada, o Jacuipense joga fora de casa, contra a Juazeirense. Já o Doce Mel faz seu primeiro jogo em casa, contra o Atlético-BA.

LEIA MAIS:

Convocado por Tite, Everton Ribeiro surpreende por condição física

Mercado da Bola: Germán Cano, enfim, assina com o Fluminense

Benja condena declarações de Sóbis sobre ‘corpo mole’: ‘Repugnante’

Paulo Sousa vê número de títulos do Flamengo aquém da grandeza do clube

Fred diz que questionou Cavani sobre Corinthians: ‘Só riu’

Brasileirão Série A: Confira a tabela completa do campeonato 

Brasileirão Série B: Confira a tabela completa do campeonato 

Corinthians: Após Covid, Renato Augusto mostra foco em pré-temporada

Gabriel Sara pede regularidade ao São Paulo na temporada e elogia contratações

Paulo Nunes cita tristeza por condenação de Robinho, mas diz: ‘Justiça tem que ser cumprida’