Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente do CSA quer reverter decisão da CBF de exigir vacinação completa de jogadores

CSA tem cinco jogadores sem vacinação completa contra COVID-19

André Souza
23 anos, Jornalista.

Crédito: Augusto Oliveira/Ascom CSA

O presidente do CSA, Omar Coelho, fez duras críticas a Confederação Brasileira de Futebol, após a instituição publicar nesta sexta-feira (21), um guia médico que exige a vacinação completa de jogadores contra a Covid-19. A vacinação completa é marcada pelo período de 14 dias após a segunda dose ou dose única.

Em entrevista para o Globo Esporte/AL, Omar disparou:

“Como é que a CBF estabelece uma regra sem dar um tempo de adequação. O CSA já joga domingo. A gente espera que o bom senso prevaleça e que a CBF reveja essa conduta.”

Para o dirigente do CSA, a apresentação de um exame negativo contra o Covid-19 já seria suficiente para o jogador  estar em campo.

“Se o jogador está testado (negativo), por que não jogar? Agora se (a CBF) quer estabelecer as duas vacinações, quer dar eficácia à vacinação, estabeleça um prazo razoável para que todo mundo faça isso.”

O CSA já viajou para o interior da Paraíba, onde irá enfrentar o Sousa no próximo domingo (23), às 18h, no Estádio Marizão, na rodada de abertura da Copa do Nordeste.

O clube ainda não sabe se vai poder contar com todos os jogadores que embarcaram, pois cinco jogadores do elenco não estão com a vacinação completa contra a Covid-19. A diretoria do CSA, alegou que não irá divulgar o nome dos cinco atletas.

Leia mais:

CBF exigirá vacinação completa contra a Covid-19 no futebol brasileiro

CBLOL 2022: Tudo que você precisa saber sobre a primeira etapa do campeonato

CBF ainda procura nome para comandar arbitragem em 2022

Após ser procurado pelo Flamengo e alvo da MLS, Douglas Costa pode ter destino surpreendente

Mercado da bola: Manchester City investe bolada e contrata Julián Álvarez, do River Plate; veja os valores