Torcedores – Notícias Esportivas

Diretor do Atlético surpreende e revela atitude do Flamengo após a Supercopa

Diretor do Atlético-MG enalteceu a postura dos jogadores do Flamengo durante a premiação

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético

No último dia 20 de fevereiro, o Atlético conquistou o título da Supercopa do Brasil sobre o Flamengo. Após empate em 2 a 2 no tempo normal, o Galo levou a melhor após uma longa disputa de pênaltis. Apesar da rivalidade histórica e clima ‘azedo’ entre as diretorias, uma atitude dos cariocas chamou a atenção dos atleticanos.

Diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano fez questão de elogiar o espírito esportivo dos jogadores do Flamengo, que só desceram aos vestiários após todo o protocolo de premiação do rival.

“Alguns clubes ainda tem este tipo de conduta. Após o término das penalidades na Supercopa, o Flamengo esperou até o último momento da nossa premiação para descer aos vestiários. Mostraram um espírito esportivo que deveria ser reconhecido”, disse Caetano ao jornalista Breno Galante, no Youtube.

Atlético favorecido pelo apito?

Caetano diz que Galo está ‘incomodando o restante do país’ e lamenta manifestações infundadas. O dirigente ainda cobra respeito com o trabalho desenvolvido no clube mineiro. Nos últimos dias, um pênalti sobre Hulk, no clássico com Cruzeiro gerou grande polêmica.

“Pra mim tem uma conclusão óbvia: estamos incomodando o restante do país. Isso não há a menor dúvida. Só que, para nós que somos profissionais do futebol, realmente incomoda pelo fato de…nós não queremos reconhecimento do trabalho, pois não diante ter expectativa de algo que não iremos alcançar, mas que pelo menos tenham respeito. O Atlético, ao longo da sua história muitas vezes já poderia ter sido bi, tri-campeão brasileiro e por erros acabou sendo impedido dessa conquista”, diz Rodrigo.