Torcedores – Notícias Esportivas

Perto de contratar Júnior Moraes, Corinthians deve perder estrela para Grupo City

Clube do Parque São Jorge está por detalhes para acertar com atacante que estava no Shakhtar Donetsk e acabou liberado pela Fifa para sair da Ucrânia

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: @rodrigo_coca / Ag. Corinthians

O Corinthians tem se movimentado nos bastidores para promover algumas mudanças em seu elenco para 2022. Com novo treinador e em boa fase, o Alvinegro está muito perto de contratar o atacante Júnior Moraes, que estava no Shakhtar Donestk. Ao mesmo tempo, é quase certa a saída do jovem Gabriel Pereira.

A negociação com o brasileiro naturalizado ucraniano só foi possível graças à liberação da Fifa para atletas que atuavam nos países envolvidos na guerra da Europa. Essa flexibilização abrange também os jogadores do campeonato russo e caso expressem o desejo de sair, serão considerados “sem contrato” até o dia 30 de junho deste ano.

Júnior Moraes é um dos futebolistas do Shakhtar que o Corinthians ficou de olho desde que eles começaram a deixar o país invadido. O outro, foi o jovem Pedrinho, de 23 anos, que tem origens no clube de Itaquera e chegou a expressar seu desejo de voltar ao Brasil enquanto a situação não melhora no Velho-Continente.

Corinthians no Mercado da Bola

O Corinthians só não oficializou a contratação de Júnior Moraes porque está esperando a chegada de alguns documentos. Ele já realizou os exames médicos de praxe para qualquer jogador que chega e espera ansioso para poder compor o elenco liderado pelo treinador Vitor Pereira.

Segundo o UOL, os valores do contrato do jogador chegam a 550 mil mensais e o vínculo terá duração até dezembro de 2023. Por conta da guerra e da postura adotada pela Fifa, ele não terá custo de compra ao Timão.

De malas prontas

Quem está de saída do Corinthians é o jovem Gabriel Pereira, de 20 anos, que atuou em apenas cinco partidas em 2022, sendo duas delas como titular no Paulistão. O clube já deixou claro que não pretende mantê-lo para a sequência da temporada e aceitou a investida do Grupo City por ele.

Caso os rumos das conversas não mudem, ele passará a jogar pelo New York City, dos Estados Unidos, e renderá ao Alvinegro R$ 17 milhões. Essas cifras são equivalentes a 70% dos 5 milhões de dólares (R$ 25,3 mi) envolvidos na negociação.