Torcedores – Notícias Esportivas

Familiares de Rafael Ramos, do Corinthians, se indignam com acusação de racismo

Jogador foi acusado por Edenílson de injúria racial em Internacional x Corinthians

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O lateral português Rafael Ramos foi acusado de racismo por Edenílson, do Internacional, que alega ter sido chamado de “macaco” pelo jogador do Corinthians. Rafael Ramos chegou a ser preso após a partida de sábado (14), no Beira-Rio, mas foi liberado após pagamento de fiança.

O lateral concedeu entrevista na saída do estádio, já liberado, e disse que tudo foi um mal entendido por conta da língua. Ele teria se negado a pedir desculpas a Edenílson, já que jamais teria dito algo racista ao meia colorado, que foi campeão da Libertadores pelo próprio Corinthians em 2012.

Familiares se indignam e acreditam em Rafael Ramos

Segundo o jornalista Vitor Guedes, do UOL Esporte, Rafael Ramos convenceu os jogadores do Corinthians de que não disse nada e que tudo foi um mal entendido. Além dos companheiros, Rafael Ramos também tem o apoio de seus familiares.

Segundo o jornal Lance!, parentes do português estariam indignados com as acusações contra o lateral.

“Familiares do jogador português ficaram indignados com as acusações contra o lateral”, publicou o Lance! após apuração.

“Um deles até mesmo disse que se o ato de racismo de Ramos fosse comprovado, seria o primeiro a vir ao Brasil puni-lo, tamanho a confiança que a educação dada ao jogador faz com que ele não tenha cometido ato racista algum.”

O que se sabe é que Rafael Ramos estaria abalado com a situação e gostaria de provar sua versão. Edenílson, por sua vez, já disse não ter dúvidas do que ouviu do português.

Uma perícia especializada deve ser contratada para que seja feita uma leitura labial por vários ângulos. O caso segue correndo na justiça comum, mas também no âmbito esportivo, já que o STJD também abriu investigação sobre a questão.

TUDO O QUE ACONTECE NO INTERNACIONAL