Torcedores – Notícias Esportivas

Globo e SBT rivalizam por direitos da Copa do Brasil a partir de 2023

Problemas na CBF, porém, tem gerado problema nas negociações

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução / Torcedores

A Copa do Brasil vai enfrentar um processo de venda de seus direitos para o novo ciclo, que inicia em 2023, e tem como principais concorrentes pelos jogos a Globo e o SBT. A emissora paulista entrou de vez na disputa pelos direitos de transmissão dos principais torneios do futebol brasileiro.

Porém, segundo o site Notícias da TV, um problema na CBF tem gerado um problema nas negociações. Isso porque o cargo de secretário-geral da entidade, que era de Eduardo Zebini, está vago desde a eleição de Edinaldo Rodrigues para a presidência da entidade. Seria Zebini quem supervisionaria as conversas pelos direitos de TV. Globo e SBT já estaria incomodadas com a demora da CBF.

Rodrigues, até o momento, não deu a ninguém o cargo e não definiu quem cuidará da Comunicação da CBF, o que tem atraso a venda dos direitos.

Globo, porém, sai ganhando com saída da CBF

A Globo foi quem mais ganhou com a saída de Zebini, mesmo com o incômodo em relação à demora para as negociações se abrirem. Isso porque, segundo o Notícias da TV, a ideia do executivo era dividir os direitos de transmissão da Copa do Brasil, tirando a exclusividade da Globo. A emissora carioca detém os direitos da competição desde 2022, e tem vencido a concorrência sem passar por licitação.

No último ciclo, válido entre 2017 e 2022, a Globo pagou cerca de R$ 300 milhões pela Copa do Brasil. Isso porque, na época, o valor foi inflacionado por conta do interesse da Warnermedia no torneio. Dessa vez, entretanto, a Globo não quer pagar tão alto pelos direitos. O SBT, dessa vez, quer participar da divisão das transmissões. A ideia é ter um pedaço da Copa do Brasil e promover a volta da mesma após 25 anos. Foi o SBT quem transformou a competição em uma das mais importantes do futebol brasileiro ao dar a ela a transmissão em TV aberta de 1995 a 1998, com exclusividade. Foi com a Copa do Brasil que o SBT conseguiu a segunda maior audiência de sua história, com a final da edição de 1995, quando o Corinthians venceu o Grêmio.