Torcedores – Notícias Esportivas

Jogador indicado por Fernando Diniz irá deixar o Santos sem ter atuado pelo clube; saiba mais

Vinculado ao Real Madrid, Augusto Galvan tem contrato com o Santos até junho de 2022

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Ivan Storti/ Santos

Nove meses após ser contratado, o meia-atacante Augusto Galvan está perto de encerrar sua passagem pelo Santos. O jogador, que pertence ao Real Madrid, está fora dos planos do técnico Fabián Bustos e deixará a Vila Belmiro no fim do contrato, em junho.

O Torcedores.com apurou que o Santos iniciou um processo de limpeza no elenco e trabalha para equilibrar as finanças. Com isso, o diretor de futebol Edu Dracena busca entendimentos com os representantes do jogador para antecipar o encerramento do vínculo.

A ideia do dirigente é abrir espaço na folha salarial para reforçar o elenco alvinegro para atender aos pedidos do treinador. Recentemente, o argentino pediu a cúpula do clube a contratação de um zagueiro, um meia de ligação e um centroavante.

Ainda segundo apurou a reportagem, Augusto Galvan ganha R$ 100 mil por mês no Santos. Em outras palavras, o clube gastará R$ 1 milhão com um jogador que sequer atuou pelo time principal.

Internamente, o valor é considerado alto por alguns dirigentes. Uma das contratações mais contestadas da gestão Andrés Rueda foi indicado pelo ex-técnico Fernando Diniz, hoje no Fluminense, para vestir a camisa santista.

Vale lembrar que Augusto Galvan foi contratado inicialmente com para reforçar o time sub-23. Em 2021, por exemplo, ele disputou quatro jogos, marcou um gol e acumulou 199 minutos somando sua participação na Copa Paulista.

Lesão atrapalhou trajetória do jogador no Santos

Augusto César sofreu grave lesão no músculo adutor da coxa direita que o afastou dos gramados no fim da temporada de 2021. Por conta do problema, ele perdeu parte da pré-temporada do Santos e ficou sem espaço com o técnico Fábio Carille.

Após retornar as atividades no Centro de Treinamentos Rei Pelé, o jogador foi “rebaixado” novamente para o time sub-23 a fim de ganhar minutagem em campo. O atleta, porém, não conseguiu se impor nos treinos e também foi escanteado na equipe de transição. 

E a passagem pelo Real Madrid?

Revelado pelo São Paulo em 1999, Augusto Galvan integrou a geração que foi tricampeã paulista na base de forma consecutiva, vencendo o sub-15 em 2014 e o sub-17 em 2015 e 2016, a Copa do Brasil sub-15 de 2014 e a Taça BH sub-17 em 2016.

Logo após se destacar no Tricolor Paulista, o meia-atacante foi negociado com o Real Madrid. O clube espanhol investiu 1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões, à época) para tirá-lo do São Paulo que estava em litígio com o representante do atleta.

O acordo entre as partes ainda previa 2 milhões de euros (R$ 12,2 milhões) em bonificações por metas atingidas e títulos conquistados. Apesar de ser considerado uma joia, Augusto Galvan não foi integrado ao time profissional do Real Madrid.

Após estourar a idade de juniores, ele foi emprestado ao Real Madrid Castilla, o time B merengue, onde não teve qualquer sucesso. Posteriormente, passou pelo Cultural Leonesa e Las Rozas, ambos da terceira divisão espanhola.

Augusto Galván: “É o maior desafio da minha carreira”. Veja o vídeo!