Home Futebol Turco Mohamed espera que Atlético-MG ‘recupere psicológico’contra Flamengo

Turco Mohamed espera que Atlético-MG ‘recupere psicológico’contra Flamengo

Galo mais uma vez ficou sem vencer no Brasileirão Série A ao ficar no empate sem gols com o Ceará nesta quarta-feira (15) no Castelão

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo

Mais uma vez o Atlético-MG não conseguiu a vitória no Brasileirão Série A ao ficar no empate por 0 a 0 com o Ceará. O momento de pressão em cima de Antonio Mohamed vem aumentando com cada tropeço do Galo na competição, distanciando o time dos líderes.

PUBLICIDADE

O ‘Turco’ admitiu após a partida que a situação do time não é a melhor em relação ao começo da temporada e também ao ano passado, quando o time conquistou o Brasileiro e a Copa do Brasil. Mas apontou que seu time ainda segue bem nas competições que disputa apesar de não viver o melhor momento

“Não há uma equipe que jogue igual, essa é a realidade da vida. Nenhum time mantém o mesmo nível por muito tempo. É uma realidade que não estamos jogando como antes. Mas estamos competindo em todos os campeonatos. Estamos na Copa do Brasil, no Brasileiro e na Libertadores”, comentou Turco Mohamed.

PUBLICIDADE

[DUGOUT dugout_id=”eyJrZXkiOiJGMXh3YWdpQSIsInAiOiJ0b3JjZWRvcmVzIiwicGwiOiIifQ=”]

Para o treinador, o Atlético-MG não conseguiu aproveitar as chances por conta do gramado do Castelão, mas aprovou a intensidade de seus atletas para conseguir as chances de gol. Agora, com o Flamengo pela frente tanto no Brasileiro como na Copa do Brasil, espera que os duelos contra o Rubro-Negro sejas aqueles no quais o Galo possa ‘recuperar o psicológico’ na temporada.

“A grama estava muito ruim e muito difícil para os dois times jogarem. Tivemos quatro oportunidades claras para ganhar o jogo, mas não conseguimos completar. Fizemos um grande esforço e a equipe teve atitude, competitividade e intensidade. Sim, faltou a gente jogar melhor, mas chances de gol eles tiveram”, comentou o comandante atleticano.

“Esse é um momento em que temos que ganhar para que o psicológico volte ao normal. É uma partida fundamental contra o Flamengo e, seguramente, com o apoio da torcida, vamos voltar a ter o resultado a nosso favor”, completou Mohamed.

PUBLICIDADE