Torcedores – Notícias Esportivas

Michael Schumacher tem hospital caseiro construído avaliado em mais de 60 milhões de reais

Corrina construiu uma suíte médica de 12 milhões de dólares para Michael Schumacher em sua mansão no Lago Genebra, na Suíça.

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Michael e Corrina Schumacher, em 2004 - Getty Images

Os torcedores da Fórmula 1 em todo o mundo ficaram surpresos quando souberam que Michael Schumacher havia sofrido um trágico acidente em 2013. O ex-piloto sofreu graves lesões cerebrais enquanto esquiava nos Alpes franceses. Desde então, o heptacampeão mundial tem o estado de saúde guardado a sete chaves pela família. E, com o passar do tempo, as chances da lenda alemã retornar a realizar atividades rotineiras e cotidianas se tornou mais improvável.

Durante sua permanência de três meses no hospital, Corrina, sua esposa, ficou ao lado de Michael Schumacher. Mas, segundo o jornal The Sports Rush, ela queria levar o marido para casa, pois os especialistas disseram que é “improvável” que ele acorde do coma induzido.

Para cuidar de Michael Schumacher, a reportagem indica que Corrina gastou 12,3 milhões de dólares, o equivalente a 64 milhões de reais na cotação atual. E isso, para construir uma suíte médica em sua casa no Lago Genebra, na Suíça. Para conseguir tal feito, utilizou fundos da fortuna de 613 milhões de dólares da família, para construir uma suíte equipada com instalações médicas de alta tecnologia em sua mansão, de acordo com a reportagem.

A mansão em questão foi adquirida por Michael Schumacher por 3.6 milhões de dólares, em 2002. E, recentemente, uma fazenda de Corinna foi colocada à venda por 6.1 milhões de dólares. Com tudo isso, Corrina mantém a vida de Michael Schumacher totalmente privada. Desde a tragédia, não houve atualizações sobre sua saúde. Schumacher não foi visto desde então, publicamente. Mas seu filho, Mick, continuou o legado do pai na pista da Fórmula 1, mantendo o nome Schumacher vivo e em alta velocidade.

A próxima corrida da Fórmula 1 acontecerá em Silverstone, na Inglaterra, no dia 3 de julho. E Mick, filho de Michael Schumacher, busca realizar sua primeira pontuação na competição.