Home Futebol Tite revela escolha por Geromel na Copa do Mundo 2018: “Sempre em alto nível”

Tite revela escolha por Geromel na Copa do Mundo 2018: “Sempre em alto nível”

Zagueiro do Grêmio compôs a delegação brasileira no Mundial da Rússia, ainda que não tenha entrado em campo

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.

Tite está prestes a encarar a sua segunda e última Copa do Mundo como técnico da seleção brasileira. Assim, as lembranças do último Mundial em 2018 seguem firmes. Dessa forma, o treinador recordou de quando levou Pedro Geromel para a principal competição de futebol do mundo.

PUBLICIDADE

Nesse sentido, Tite participou de entrevista para o quadro Um Assado para…, no canal do jornalista Duda Garbi, com participação também do auxiliar Cléber Xavier. Assim, o técnico foi questionado por Duda sobre a razão de ter convocado Geromel para a Copa do Mundo 2018. O comandante condicionou à média e à regularidade do zagueiro do Grêmio sua ida para a Rússia.

“Ela foi de uma construção de uma carreira toda. A regularidade não em ser mediano, mas a regularidade que eu digo é desempenho sempre em alto nível no Grêmio que o credenciou a isso. Tivemos o Mundial (de Clubes da Fifa 2017, contra o Real Madrid de Cristiano Ronaldo), Geromel acaba bem. Se vemos o Campeonato Brasileiro, ele acaba bem. Então, isso te dá uma condição importante de segurança, principalmente para o defensor”, opinou Tite.

PUBLICIDADE

Tite enaltece jogo simples e limpo de Geromel

O técnico da seleção brasileira continuou elencando predicados positivos para o zagueiro do Grêmio. “A capacidade do Geromel de antecipação e de jogar de uma forma simples e ser seguro, ela é impressionante. Tanto é que nós estávamos na Copa e, antes de ir para a Copa, na sua convocação, eu disse assim: ‘é clean, é limpo, é tranquilo ver o Geromel jogar'”, recordou o treinador gaúcho.

Cléber Xavier também destacou Geromel e sua dedicação. “Ainda hoje ainda é uma liderança. O Grêmio se refazendo, buscando uma Série B e jogando com a mesma concentração, o mesmo foco que jogou em grandes competições que ele disputou”, analisou o auxiliar de Tite.

Geromel foi o quarto zagueiro levado por Tite para a Copa do Mundo 2018, junto com Thiago Silva, Marquinhos e Miranda. Contudo, o defensor do Grêmio não entrou em nenhuma partida no Mundial da Rússia. Na época, a imprensa cogitava uma disputa do gremista, na época já com 32 anos, com Rodrigo Caio, do Flamengo, pela vaga restante na defesa.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial