Home Futebol Eduardo Coudet encontrará ambiente “familiar” no Atlético-MG: entenda

Eduardo Coudet encontrará ambiente “familiar” no Atlético-MG: entenda

Técnico argentino Coudet retorna ao futebol brasileiro depois da polêmica passagem pelo Internacional em 2020

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.

Eduardo Coudet está de volta ao Brasil, logo após sua passagem pela Europa. Afinal, dirigiu o Celta de Vigo no Campeonato Espanhol. Assim, assumiu o comando técnico do Atlético-MG e terá a sua segunda experiência no país. Anteriormente, Eduardo Coudet viveu uma conturbada passagem pelo Internacional, em 2020.

PUBLICIDADE

Na ocasião, o novo técnico do Atlético-MG dividiu opiniões no Beira-Rio, conquistando admiradores e críticos. Por um lado, seu estilo intenso e agressivo foi recebido com muito entusiasmo pelos torcedores. Por outro, as sucessivas derrotas de Coudet em Grenais deixaram os colorados desconfiados.

Eduardo Coudet interromperia o trabalho no Internacional em novembro de 2020, pedindo demissão logo após quase um ano em Porto Alegre. Dessa forma, uma das razões apontadas para a saída repentina seria o difícil relacionamento com o então executivo colorado Rodrigo Caetano. Entretanto, foi o próprio dirigente quem contratou Coudet para treinar o Atlético-MG. Assim, as “pazes” com Caetano resultaram no primeiro dos muitos reencontros que El Chacho terá no Galo.

PUBLICIDADE

Coudet trabalhará novamente com três atletas que comandou no Internacional

Numa reformulação realizada pelo Atlético-MG, diante do desgaste do supertime de 2021, Coudet está moldando o time através de uma estrutura considerada “familiar”. Afinal, quando esteve no Internacional em 2020, se encantou com o jovem zagueiro Bruno Fuchs. O defensor tem a característica de sair de trás com a bola e iniciar jogadas de ataque, considerado um zagueiro construtor. Aliás, algo que simboliza o estilo de Eduardo Coudet.

Então, o técnico argentino barrou o experiente Rodrigo Moledo para escalar Bruno Fuchs no miolo de zaga colorado no começo de 2020. Mas o defensor seria vendido pouco tempo depois para o CSKA Moscou. Inclusive, Coudet tentou levar Fuchs para o Celta de Vigo, sem sucesso. Mas no Atlético-MG, o diretor executivo Rodrigo Caetano atendeu o pedido do técnico e contratou o zagueiro de 23 anos por empréstimo até o final do ano.

Aliás, as repetições de parcerias não pararam por aí. Logo após um longo namoro, o Galo enfim confirmou a contratação de Edenilson. O experiente volante de 33 anos deixou o Internacional, onde estava desde 2017. Ou seja, também trabalhou com Coudet em 2020.

Outro ex-jogador colorado que atuou com El Chacho está a caminho da Cidade do Galo. Dessa forma, o meio-campista Patrick, que estava no São Paulo, deve ser anunciado nas próximas horas como novo reforço do Atlético-MG. O atleta já está em Belo Horizonte, onde desembarcou nesta quarta (11).

PUBLICIDADE