Home Mídia Esportiva Oscar Schmidt revela bastidores de saída e alfineta a Globo: “Se apodera das pessoas”

Oscar Schmidt revela bastidores de saída e alfineta a Globo: “Se apodera das pessoas”

Ídolo do basquete nacional não se arrepende de troca e exaltou escolha pela Record

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]

Em entrevista ao podcast “Benja Me Mucho”, Oscar Schmidt recordou um momento importante na carreira de comentarista. Após receber convite da Record, ele optou pela saída da Globo, algo que pegou a emissora de surpresa. Sendo assim, o ex-jogador da seleção brasileira de basquete criticou a antiga casa pela postura de “se apoderar” dos profissionais.

PUBLICIDADE

Além do salário oferecido pela Record, Oscar Schmidt tinha o desejo de conhecer Edir Macedo, proprietário do canal. Dessa forma, o “Mão Santa” não se arrepende da escolha e valorizou a experiência depois de romper com a Globo.

A Globo se apodera das pessoas… que autorização você tem para se apoderar de uma pessoa? Me diga. O dia que eu fui embora da Globo foi muito engraçado porque eu cheguei e falei: ‘Tô indo embora’. (Disseram): ‘Pra onde você vai, Oscar?’. (Respondi): ‘Tô indo pra Record’. Aí falei para eles quanto iriam me pagar. Me pagaram uma fortuna para ir para lá. Vocês (Globo) são uma televisão, tem várias televisões. Fui para a Record e fiquei lá quatro anos.“, disse.

PUBLICIDADE

“Queria muito conhecer o Edir Macêdo, que ele tem qualidades extremamente boas, Tem defeitos, sei que é melhor nem repetir aqui, mas eu queria conhecê-lo porque é um fenômeno.”, completou.

Em 2022, Oscar Schmidt revelou que interrompeu as sessões de quimioterapia, mas não havia desistido de lutar contra o câncer. Afirmando que venceu a batalha, o ídolo do basquete brasileiro valorizou a vitória no tratamento. Vivendo uma vida mais preservada, ele comentou sobre o sucesso do irmão, atual apresentador do Big Brother Brasil.

“Não assisto, não. Raramente, para ver meu irmão. É o tipo de programa que eu não gosto, gosto de programa melhor. Eu assisto muito ao National Geographic, onde tem o Richard Rasmussen e os animais. Prefiro ver esse tipo de programa que é um documentário dos animais, animais não estão pensando em fama”, contou ao canal de Luciana Liviero no YouTube.