Home Mercado da Bola Declan Rice, Jack Grealish e mais: veja lista das transferências mais caras da Premier League

Declan Rice, Jack Grealish e mais: veja lista das transferências mais caras da Premier League

O Arsenal anunciou neste sábado (15) a contratação do volante inglês ex-West Ham.

Vinicius Nunes
Cientista Social, apaixonado por futebol. Flamenguista e torcedor do West Ham, pois o coração permite amar ambos

O Arsenal confirmou neste sábado (15) a contratação de Declan Rice. Após longas negociações com o West Ham, as equipes firmaram acordo de £105 milhões (R$ 660 milhões na cotação atual) pela transferência do atleta de 24 anos.

PUBLICIDADE

O ex-capitão dos Hammers torna-se o jogador britânico mais caro da história. Formado nas categorias de base do clube, ele comandou a equipe na conquista da UEFA Conference League na última temporada, e foi titular da seleção da Inglaterra no mundial do Catar. Ao todo, o volante soma 245 partidas disputadas pelo West Ham e outras 43 com a seleção.

A chegada de Declan Rice traz expectativas para o Arsenal. Mikel Arteta, treinador da equipe, é um dos grandes admiradores do jogador. Segundo Fabrizio Romano, da Sky Sport Itália, o papel do técnico espanhol junto com o diretor brasileiro, Edu Gaspar, foi determinante para concretizar o acerto.

PUBLICIDADE

Antes da contratação de Rice, Jack Grealish ocupava a posição de atleta inglês mais caro da história. Em agosto de 2021, o Manchester City desembolsou £100 milhões para contar com os serviços do atacante.

Ao longo dos anos, o mercado do futebol têm testemunhado o poderio financeiro dos clubes ingleses. Para além da valorização da marca do campeonato, a Premier League, a transferência de atletas britânicos ganha destaque, em muitos casos, devido à alta quantia paga pelos jogadores. Neste sentido, torna-se pertinente ressaltar que a contratação destes atletas é influenciada por peculiaridades da legislação local, determinadas pela Federação de Futebol da Inglaterra (FA). Tais iniciativas impulsionam o valor das negociações.

Diante do processo de comercialização do futebol inglês, e a consequente globalização da liga, a FA determinou que todas as equipes da primeira divisão devam possuir ao menos oito jogadores “home grown” – isto é, pratas da casa – e criou a cota como forma de garantir com que os clubes sigam investindo no desenvolvimento de atletas britânicos, e não prejudiquem o futuro da seleção.

Assim, quando um clube negocia a saída de um atleta formado por uma equipe local, isso implica na necessidade de reposição do mesmo, para atender as exigências da FA. Dessa forma, ocorre uma valorização destes profissionais.

PUBLICIDADE

A seguir, veja a lista dos jogadores britânicos mais caros da história do futebol:

  1. Declan Rice (£105 milhões)
  2. Jack Grealish (£100 milhões)
  3. Jude Bellingham (£88,5 milhões)
  4. Gareth Bale (£85 milhões)
  5. Harry Maguire (£80 milhões)
  6. Jadon Sancho (£75 milhões)
  7. Ben White (£50 milhões)
  8. Raheem Sterling (£49 milhões)
  9. Aaron Wan-Bissaka (£49 milhões)
  10. John Stones (£47,5 milhões)