Home Futebol Jornal italiano revela que clubes da Arábia Saudita miram participar da Champions League

Jornal italiano revela que clubes da Arábia Saudita miram participar da Champions League

Federação Árabe estaria planejando conseguir uma vaga na Champions League quando houver a mudança de formato

Daniel Pereira
Colaborador do Torcedores

Segundo o Corriere dello Sport, jornal italiano, a Federação Árabe de Futebol estaria se movimentando para uma possível investida com objetivo de ingressar ao futebol europeu e conseguir uma vaga para participar da Champions League.

PUBLICIDADE

O planejado é que o ingresso seja quando ocorrer a mudança de formato da principal competição do velho continente, e dessa forma os clubes árabes possam conseguir uma vaga através da Saudi Pro League, a liga local.

A ideia é que com o ingresso no mercado europeu, os clubes possam se desenvolver em habilidade por competirem com regiões mais evoluídas, já que apesar do dinheiro investido e das grandes contratações, o nível do futebol local está em estágios iniciais comparado a grandes potências mundiais.

PUBLICIDADE

Dessa forma, além de internacionalizar a marca saudita no futebol, seus jogadores locais ganhariam experiência para competir fora.

Futebol Saudita tem atraído grandes estrelas com cifras enormes

A contratação de Cristiano Ronaldo, para o Al-Nassr, foi só a porta de entrada para o que viria depois para a Liga Árabe. O Fundo de Investimento Público do governo Saudita adquiriu 75% de alguns clubes do país, o que veio acompanhado de uma série de investimentos massivos em astros do futebol mundial.

O Al-Nassr de CR7 está entre os clubes, e outras grandes contratações que chegaram foram de Seko Fofana do Lens, Marcelo Brozović da Inter de Milão e Sadio Mané do Bayern de Munique. Os três juntos custaram 62 milhões de euros. A equipe ainda é treinada pelo português Luis Castro, que deixou o Botafogo para assumir o clube árabe.

PUBLICIDADE

Neymar é outro que foi atraído para o país. O brasileiro foi comprado pelo  Al-Hilal de Jorge Jesus por 90 milhões de euros. Outras contratações foram Rubén Neves, Koulibaly, Milankovic-Savic e o brasileiro Malcom, ex-Zenit. Os quatro juntos custaram 178 milhões de euros.
Outras grandes contratações foram Benzema e Kanté para o Al-Ittihad. Mahrez, Firmino e Édouard Mendy, melhor goleiro do mundo em 2021, foram para o Al-Ahli.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial