Home Futebol Neymar deixa Pelé para trás e se isola como maior artilheiro da história da seleção brasileira

Neymar deixa Pelé para trás e se isola como maior artilheiro da história da seleção brasileira

Atacante balançou duas vezes as redes contra a Bolívia e chegou ao 79º tento pelo Brasil

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Com dois gols marcados contra a Bolívia na noite desta sexta-feira, no Mangueirão, pela primeira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2026, o atacante Neymar deixou Pelé para trás e se isolou como o maior artilheiro da história da seleção brasileira, com 79 gols em 125 jogos disputados, segundo dados da Fifa.

PUBLICIDADE

Pelé fez 77 gols em 91 jogos com a amarelinha.

Neymar fez nesta sexta-feira o seu primeiro jogo pela seleção brasileira em 2023. Vale lembrar que quando ainda defendia o PSG, o atacante sofreu lesão no tornozelo e nos primeiros dias de Al-Hilal, seu novo clube, teve diagnosticada contusão na coxa direita.

PUBLICIDADE

O último gol de Neymar com a camisa da seleção brasileira havia ocorrido em novembro do ano passado na partida que marcou a eliminação contra a Croácia na Copa do Mundo 2022.

Confira os 10 maiores artilheiros da seleção brasileira:

1º: Neymar (79 gols em 125 jogos)

2º: Pelé (77 gols em 91 jogos)

3º: Ronaldo (62 gols em 98 jogos)

PUBLICIDADE

4º: Romário (55 gols em 95 jogos)

5º: Zico (48 gols em 71 jogos)

6º: Bebeto (39 gols em 76 jogos)

7º: Rivaldo (35 gols em 75 jogos)

PUBLICIDADE

8º: Jairzinho (33 gols em 81 jogos)

9º: Ronaldinho (33 gols em 97 jogos)

10º: Ademir de Menezes (32 gols em 39 jogos) e Tostão (32 gols em 54 jogos)