Home Futebol Romário exalta treinador após revelação de bastidores: “Sujeito homem”

Romário exalta treinador após revelação de bastidores: “Sujeito homem”

Ex-jogador confirmou a história contada pelo experiente técnico em tempos que eles trabalharam juntos no Vasco

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.

Nome exponencial do futebol brasileiro, o tetracampeão Romário utilizou as redes sociais para agradecer e exaltar o técnico Celso Ruth pela parceria de sucesso que os dois tiveram no passado e amizade que nutrem até os dias atuais. O posicionamento do Baixinho vem após uma entrevista de Roth ao “Charla Podcast”, onde ele contou uma resenha de bastidores envolvendo o Baixinho.

PUBLICIDADE

“Grande Celso Roth, primeiro preciso dizer que foi uma honra trabalhar com você. Sem dúvidas, um dos maiores treinadores que eu tive durante toda minha carreira e um dos mais “sujeito homem” que conheci no futebol. Vivi momentos importantes da minha trajetória no futebol sob a sua orientação e parceria, inclusive um dos mais marcantes de todos: o meu milésimo gol! Valeu por tudo! Respeito máximo hoje e sempre! E essa história aí… é real! Kkkkk”, publicou Romário em seu Twitter oficial.

No papo com o “Charla”, Celso Roth revelou ter colocado o time titular do Vasco para treinar contra os reservas tendo um jogador a menos, deixando justamente Romário de fora, para que os atletas pudessem ter a dimensão da importância do camisa 11 para a equipe.

PUBLICIDADE

“Eu coloquei o time principal com 10 jogadores, e o Romário treinando atrás do gol. Coloquei o time reserva com 11. Aí jogador sabe tudo, né? Os do time principal perguntam ‘professor, nós estamos com dez’. Vocês estão com dez, porque vocês têm que se acostumar a treinar e correr para o Romário. Ele vai decidir a nossa vida, e vai ser um sufoco, porque para vocês é treino, mas pro time de baixo é jogo”, iniciou Celso Roth.

O treinador disse ter sido interpelado pelo presidente Eurico Miranda sobre a situação, mas obteve “carta branca” para seguir o treino.

“Coloquei o Romário depois, o treino estava 0 a 0, o time de baixo dando um sufoco no time de cima. Ele entrou com 15 minutos do fim. 2 a 0 para o principal, dois gols do Romário”, complementou o treinador.