Home Futebol Flávio Prado analisa alfinetada de locutor da Vila Belmiro em Santos x Vasco: “Tem que ter zoeira”

Flávio Prado analisa alfinetada de locutor da Vila Belmiro em Santos x Vasco: “Tem que ter zoeira”

Comunicador abordou um trecho da narração do estádio; Cruzmaltino foi goleado na Vila

Bruno Bravo Duarte
Jornalista e editor com atuação nos portais Torcedores.com e Naspistas.com. Teve passagens por Euqueroinvestir.com, Jornal Povo, Niterói TV, Jornal A Orla e Jornal do Rock. Apaixonado por futebol e automobilismo, torcedor do América-RJ, tifosi de carteirinha e Youtuber nas horas vagas.

O programa Canelada, da Jovem Pan, abordou a vitória do Santos sobre o Vasco por 4 a 1, pelo Brasileirão, neste domingo. Durante o bate-papo, Flávio Prado analisou a conduta do locutor da Vila Belmiro, que alfinetou o time do Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

A brincadeira começou na apresentação dos dois times antes do jogo. O comunicador do estádio disse que o Gigante da Colina “é o time que mais conhece a Série B”. Para o jornalista, a brincadeira faz parte de uma partida de futebol.

“Sou de uma época em que os jogadores se zoavam. Faziam apostas e era muito legal, você mexia com o clássico. Há muitos anos atrás teve um colunista esportivo, chamado Roberto Bretas, que disse que se o São Paulo fizesse gol na defesa do Palmeiras, que era a defesa da Copa de 74, que ele cortava o cabelo. Cortou o cabelo no ar, os jogadores do São Paulo cortaram o cabelo dele. Futebol é zoeira, não pode ter mimi”, comentou.

PUBLICIDADE

No duelo, o Vasco esboçou uma pequena reação após sofrer o primeiro gol de Marcos Leonardo. Vegetti conquistou o empate, porém o Cruzmaltino não suportou a pressão imposta pelo Santos. Os outros gols do Peixe foram marcados por Rincón e Soteldo.

Com o resultado, o Santos deixou a zona do rebaixamento, conquistando a décima quinta colocação do Brasileirão. Do outro lado, o Vasco é o décimo sexto, sendo o primeiro time fora do Z-4.