Home Torcedoras Neto volta a alfinetar Globo por atitude em programação

Neto volta a alfinetar Globo por atitude em programação

Ex-jogador havia utilizado as redes sociais para comentar sobre o assunto e já detonou concorrente pelo mesmo motivo anteriormente

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Imagem de vídeo para contextualizar aspas de Neto sobre Globo

Reprodução - Band- Os Donos da Bola

PUBLICIDADE

Conhecido por ter opiniões fortes e às vezes não ter “filtro”, Neto subiu o tom mais uma vez contra a Globo neste domingo (10), em duas oportunidades. Depois de questionar a emissora carioca em post nas redes sociais, o apresentador aproveitou o programa “Apito Final” para dar mais uma “cutucada” na rival.

O ex-jogador focou no fato da Globo não exibir a decisão da Ladies Cup, entre Internacional e Santos, duelo do futebol feminino que teve transmissão da Bandeirantes.

“A Band sempre foi a televisão que mostrou e mostra até hoje o futebol feminino. Não foi a Globo que mostrou hoje, quem mostrou hoje foi a Band na televisão aberta, e teve muita audiência”, disparou Neto.

PUBLICIDADE

Um pouco mais cedo, o ex-jogador utilizou os stories do Instagram para provocar a Globo e destacar o pioneirismo da Band na cobertura do futebol feminino.

“Quem tá fazendo a Ladies Cup Brasil na TV aberta? A Band, né! Sempre a Band. A Band é precursora do futebol feminino. Tem que ter o entendimento que a Band sempre foi, ou não é verdade?”, iniciou.

“É a Band, na TV aberta, que faz. Sempre foi a Band. Para vocês comentaristas, para quem é apresentador, narrador… a Band tá fazendo! Tá bom? Vocês dão entrevistas só pra Globo. Vai se f…”, completou.

Além da alfinateda na Globo, Neto quer futebol do Corinthians em todos os lugares

Recentemente, em declarações dadas no programa “Os Donos da Bola”, Neto disse que, se eleito presidente do Timão em 2026, atuando como sucessor de Augusto Melo, irá se mobilizar para que os jogos do clube paulista sejam exibidos pelas principais emissoras de televisão aberta.

PUBLICIDADE

“A gente queria fazer uma matéria com o futebol feminino do Corinthians e não tivemos a liberdade. ‘Ah não tinha tempo’. Ah, mentira que não tinha tempo. Que legal. Parabéns aí para o futebol feminino. Quando eu for presidente em 2026 esquece”, projetou o apresentador.

“Futebol feminino terá outra visão, vai ser aberto pra todo mundo. Para a TV Gazeta, Rede TV!, Globo, Bandeirantes. Eu vou ser o presidente do Corinthians em 2026, vou brigar pra ser. Brigar digo democraticamente e isso que eu vou fazer”, disse o ex-jogador na oportunidade.