Home Futebol Juca Kfouri diz que “nem Messi sabe” como ganhou prêmio da FIFA: “Virou piada”

Juca Kfouri diz que “nem Messi sabe” como ganhou prêmio da FIFA: “Virou piada”

Comentarista foi mais um a criticar a FIFA pelo The Best dado a Lionel Messi, que bateu Erling Haaland e Kylian Mbappé

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Juca Kfouri critica prêmio The Best dado a Messi

Messi em ação pela Argentina (Divulgação / AFA)

O jornalista Juca Kfouri, em sua coluna no UOL Esporte, criticou a FIFA pelo prêmio The Best de melhor jogador do mundo para Lionel Messi pela oitava vez. O argentino, que atuou por PSG e Inter Miami, dos Estados Unidos, pouco atuou em 2023. A Copa do Mundo conquistada com a Argentina em 2022 não entra na conta.

PUBLICIDADE

“Prêmios em regra causam polêmicas e é natural que seja assim. O da FIFA para o melhor jogador do mundo apenas raramente fugiu à regra. Tudo bem. Só que, agora, virou piada”, disse Juca Kfouri, que seguiu.

“Ao incluir votação popular, desmoralizou-se. Por que Lionel Messi e não Erling Haaland? Nem o gênio argentino sabe, tão certo de que o norueguês seria o vencedor que não se dignou a ir à premiação.”

PUBLICIDADE

Messi foi eleito melhor do mundo mais uma vez

Lionel Messi foi agraciado com o título de melhor jogador do mundo pela FIFA pela oitava vez. Seu desempenho na Copa do Mundo com a seleção argentina foi considerado somente para a premiação anterior, na qual Messi também foi o vitorioso.

Erling Haaland, do Manchester City, era o favorito ao prêmio The Best, sendo o campeão e artilheiro da Premier League e da Champions League em 2023. Já Kylian Mbappé, do PSG, também estava na competição, porém era visto como uma surpresa na disputa pelo prêmio.

Messi, Haaland e Mbappé não compareceram ao evento de premiação, com o argentino nem mesmo pegando o troféu. Tanto o argentino quanto o norueguês ficaram empatados nas categorias de votação, mas Messi venceu por ter sido o mais votado pelos capitães das seleções nacionais.

Messi participou de apenas 32 partidas durante o período considerado pela FIFA para a premiação, fazendo 24 gols e dando oito assistências.

PUBLICIDADE