Home Futebol Amaral volta no tempo e fala sobre elástico clássico de Romário

Amaral volta no tempo e fala sobre elástico clássico de Romário

Ex-volante do Palmeiras, Corinthians, Vasco, entre outros, relembrou drible histórico que levou do “Baixinho” nos anos 90

André Salem
Jornalista desde 2016, redator do Torcedores.com desde 2022. Apaixonado pelo futebol brasileiro, escrevo principalmente sobre o Brasileirão Série A.
Amaral volta no tempo e fala sobre elástico clássico de Romário

Romário driblando Amaral (Reprodução)

PUBLICIDADE

Um dos gols mais icônicos do nosso futebol, que é lembrado até hoje, foi marcado por Romário, após dar um lindo elástico no volante Amaral.

A jogada aconteceu pelo Rio-SP de 1999, quando Amaral jogava pelo Corinthians e Romário pelo Flamengo. Na partida, o Mengão venceu por 3 a 0, sendo um dos gols, este golaço.

Relembre abaixo:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Amaral fala sobre esse lance

O ex-jogador Amaral, sempre muito irreverente, foi o convidado do programa “Boleiragem”, do SporTV. Então, no programa, Amaral reviu o lance e falou sobre o que ele poderia ter feito na hora para impedir o drible.

“Eu cheguei perto, poderia ter feito o vou ou não vou. É mais fácil dar o fundo para ele cruzar. Mas também faltou cobertura do Gamarra. Eu dei o fundo porque se ele puxar para dentro, vai bater. É difícil. É um gênio. Esse lance, você olhando, até não foi muito feio. Você viu o elástico que o Ronaldinho deu no Dunga? Foi pior que o meu, pô”, brincou Amaral.

O lance que Amaral fala do Ronaldinho no Dunga foi este:

Lance é lembrado até hoje

Ainda no “Boleiragem”, Amaral, também em tom de brincadeira, disse que as pessoas perguntam do Romário até hoje para ele.

“Eu saio na rua hoje, o pessoal fala: ‘Amaral, cadê o Romário?’ E eu falo que o Romário tá lá em Brasília”, disse.

Caio Ribeiro defende Amaral

No programa, o apresentador Caio Ribeiro isenta Amaral daquele lance. Na opinião de Caio, o volante fez o certo em dar o fundo para Romário. Então, o gol só saiu porque o atacante era muito acima da média.

PUBLICIDADE

“O lance é genial. O natural de qualquer atacante é abrir o ângulo do chute e trazer para a perna boa. Por isso eu acho que é muito mais mérito do Romário do que defeito de marcação do Amaral”, opinou Caio Ribeiro.