Home Futebol Casagrande aponta problema no elenco do Flamengo: “Todo mundo sabe”

Casagrande aponta problema no elenco do Flamengo: “Todo mundo sabe”

Comentarista compara perfil do plantel rubro-negro com o Palmeiras e principal desafio para o treinador

Eder Bahúte
Jornalista diplomado. Apaixonado por radiojornalismo e esportes em geral. Especialista em nada, mas dá pitaco em tudo. Leitura de biografias, games e séries. Contato: [email protected]
Casagrande aponta problema no elenco do Flamengo

Comentarista sinaliza vaidade no elenco rubro-negro - Divulgação

PUBLICIDADE

Com cinco contratações efetivadas para 2024, o Palmeiras, assim como nos últimos anos tem apostado em atletas jovens e com grande potencial de venda no futuro. Apesar dos pedidos da torcida, o Verdão dificilmente investe em atletas de renome no mercado internacional. Ao avaliar o perfil buscado pelo clube paulista, Walter Casagrande chama a atenção para uma diferença envolvendo o Flamengo.

Segundo o comentarista, o técnico Abel Ferreira tem como preferência trabalhar com jogadores do mesmo nível, mantendo assim o controte total do grupo e sem espaço para vaidades e/ou posturas individualistas.

“O Palmeiras contrata jogadores iguais, não contrata super craques. O Abel gosta de jogadores praticamente num nível parecido para que ele possa trocar, montar do jeito que ele quiser a equipe mesmo às vezes perdendo um pouco de velocidade, ganhando na força, às vezes fica um meio campo sem criatividade, mas o rendimento e a organização é a mesma. É assim que o Abel foi campeão nestes anos e é como ele gosta”, inicia Casagrande, no UOL Esporte.

PUBLICIDADE

No Flamengo, onde o plantel é recheado de atletas acima da média é comum aqueles que estão no banco ficarem insatisfeitos, muitas vezes gerando até um certo problema ao treinador ao determinar x ou y como titular do time.

“Faz tempo que o Palmeiras não vai ao mercado para trazer “o cara”. O Abel gosta de trabalhar assim, pra ele é melhor na condução do grupo, pra ele substituir, colocar no banco e não vai ter jogador com bico. No Flamengo tem muito problema por causa disso, todo mundo sabe. Sai um, o cara fica com bico. No Palmeiras não tem bico porque são todos quase iguaizinhos. Todo mundo precisa de todo mundo“, explica.

Alertado por Casagrande, Flamengo pode ter problema com Gabigol na reserva

Gabigol pode virar dor de cabeça para Tite ao longo de 2024. Desde sempre entre os onze iniciais, o camisa 10 agora convive com a reserva de Pedro, fato este anormal para ele nestes últimos anos. Quando o novo comandante assumiu a equipe, Gabriel Barbosa passou a ser opção no banco e declarou publicamente não estar feliz com o cenário. Entretanto, garante não ser um “pensamento individualista”.

“Ele [Tite] tem um estilo de jogo. Levou o Pedro para Copa, é a preferência dele, o estilo de jogo é mais propício. Tenho que trabalhar, mostrar que ser útil e ter mais tempo de jogo”, explicou o atacante.

PUBLICIDADE

“Não saí jogando com ele (Tite). Eu quero jogar. Não estou feliz, quero jogar. Fui para Inter e Benfica e saí porque não estava jogando. Não é um pensamento individualista. Tenho que fazer dentro do campo, treinar, mostrar o máximo e quando precisar eu vou estar lá”, acrescentou.

Gabigol possui contrato com o Flamengo até o final deste ano. Resta saber se a reserva será ou não fundamental ao decidir ficar ou respirar novos ares a partir de 2025.