Home Futebol Leila Pereira se manifesta sobre possível saída no Palmeiras após interesse da CBF

Leila Pereira se manifesta sobre possível saída no Palmeiras após interesse da CBF

Presidente do time alviverde sinalizou que, no momento, o departamento de futebol não corre risco de baixa importante

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Leila Pereira se manifestou sobre saída no Palmeiras.

Leila Pereira, durante coletiva no Palmeiras. (Crédito: Cesar Greco/Palmeiras)

Após contratar Juan, ex-Flamengo, a CBF traçou um novo alvo para fazer parte do processo de reconstrução do Brasil. De acordo com o GE, a entidade formalizou uma proposta para contratar Cícero Souza, atual gerente de futebol do Palmeiras. Caso aceite o cargo, o profissional assumiria o posto de gerente geral de seleções.

PUBLICIDADE

Concedendo entrevista à CazéTV antes de Palmeiras x Mirassol, Leila Pereira adotou uma postura sincera sobre o caso. Apesar do interesse ter sido veiculado, a presidente do Palmeiras garantiu que não houve nenhum contato da CBF envolvendo Cícero Souza. Mesmo assim, uma eventual liberação em prol da seleção não foi descartada.

“Não recebi nenhuma comunicação da CBF. Não fui procurado, isso eu vi pela imprensa. Desconheço totalmente porque não fui procurada. Se houver algum convite, tenho certeza absoluta que a CBF conversaria comigo. Mas eu estou aqui para colaborar com o futebol brasileiro.”, disse.

PUBLICIDADE

Leila fala sobre casa do Palmeiras no início da temporada

Sem o Allianz Parque à disposição, o Palmeiras segue utilizando a Arena Barueri. Ainda que o cenário não seja o ideal, já que a prioridade é mandar os jogos na capital paulista, Leila Pereira quis valorizar o local que está recebendo o time alviverde de forma provisória.

“O torcedor tem de ficar muito satisfeito por termos Barueri para jogar. Se não tivesse Barueri, onde o Palmeiras jogaria? Pacaembu está em obras, teríamos de ir para o interior. Ainda bem que temos Barueri, se não fosse o problema gravíssimo no Allianz Parque, hoje Barueri estaria em reformas.”

“Já fechamos a troca de gramado, estaríamos fazendo obras de infraestrutura, para evitar estas inundações, que não são de agora.”, comentou.