Home Futebol Presidente do Sport se manifesta contra punição do STJD; assista à íntegra

Presidente do Sport se manifesta contra punição do STJD; assista à íntegra

Mandatário do time de Recife cita outros casos semelhantes e alega pesos diferentes na avaliação de julgamento do tribunal esportivo.

Aniele Lacerda
Jornalista em formação pela Estácio e apaixonada pelo jornalismo esportivo. Trabalho como redatora em dois portais com o tema futebol.
Yuri Romão, presidente do Sport Recife, se pronunciou contra a decisão do STJD que puniu o clube com portões fechados.

Yuri Romão, presidente do Sport Recife (Sport Recife)

O presidente do Sport, Yuri Romão, não concordou com a punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD). Após ataque da torcida organizada contra a delegação do Fortaleza, o time de Recife jogará com portões fechados.

PUBLICIDADE

Durante um pronunciamento em vídeo compartilhado nas redes sociais do Sport, o presidente discordou da decisão final do STJD. Nas palavras do mandatário, o grupo atacou o ônibus do Fortaleza a 7 quilômetros de distância da Arena Pernambuco.

Além disso, Yuri Romão destacou que as pessoas que atacaram o Leão do Pici não são integrantes da torcida do clube e sim uma organização criminosa. Para discordar da decisão do órgão, o mandatário ainda relembrou outros episódios semelhantes. Confira abaixo o pronunciamento na íntegra.

PUBLICIDADE

Pronunciamento do presidente do Sport (Fonte: Sport Club do Recife/Twitter)

Trecho da decisão do STJD

“O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol deferiu na tarde desta sexta, 23 de fevereiro, a liminar solicitada pela Procuradoria em Medida Inominada. Destacando a segurança desportiva, José Perdiz determinou que os futuros jogos do Sport em competições nacionais sejam realizados com os portões fechados e, na condição de visitante, o clube perca a carga de ingressos. A decisão ficará em vigor até o julgamento em primeira instância de futura denúncia  a ser oferecida pela Procuradoria”.

Relembre o episódio de violência

O episódio de violência ocorreu após o confronto entre Sport e Fortaleza, em duelo válido pela fase de grupos da Copa do Nordeste. Na ocasião, as duas equipes ficaram no empate pelo placar de 1 a 1 e a delegação do Leão do Pici sofreu um atentado próximo a Arena Pernambuco.

PUBLICIDADE

Durante o trajeto para o seu destino, o ônibus do Fortaleza foi atingido com pedras e bombas. Com isso, vários jogadores sofreram ferimentos e necessitaram de atendimento médico. De acordo com relato do capitão do Laion, Tinga, no desembarque da equipe, o clima era de guerra.