Home Futebol Vasco supera previsão de vendas; veja detalhes

Vasco supera previsão de vendas; veja detalhes

Gigante da Colina aumenta receitas com negociações e se organiza para ser autossustentável em 2026

Aniele Lacerda
Jornalista em formação pela Estácio e apaixonada pelo jornalismo esportivo. Trabalho como redatora em dois portais com o tema futebol.
Lúcio Barbosa e Alexando Mattos do Vasco

CEO Lúcio Barbosa e diretor-executivo Alexandre Mattos (Créditos: Leandro Amorim/Vasco)

O Vasco da Gama aumentou as receitas e trabalha para se tornar autossustentável a partir de 2026. A equipe carioca vendeu 70% da sua SAF para a empresa 777 Partners, no início de 2022.

PUBLICIDADE

Com o aporte da empresa americana, o Gigante da Colina se reestruturou e já superou a previsão de vendas para 2024. De acordo com informações do site Globo Esporte, o Vasco deseja caminhar com as próprias pernas a partir de 2026.

A 777 Partners ainda deve realizar mais dois aportes ao Cruzmaltino, conforme consta em contrato. O primeiro está previsto para a atual temporada, R$ 270 milhões. Já em 2025, a empresa americana deve aportar mais R$ 120 milhões.

PUBLICIDADE
Vasco supera previsão de vendas (Fonte: Planeta do Futebol/Twitter)

Internamente, a gestão vascaína entende que a partir de 2026, sem a obrigação da 777 Partners realizar novos aportes, o clube será autossustentável. Atualmente, o Vasco trabalha com cautela e tenta reorganizar as finanças.

Vendas do Vasco da Gama desde 2023

Já sob o comando da 777 Partners, o Cruzmaltino vendeu três jogadores na temporada de 2023. Entre eles, o volante Andrey Santos, que acertou sua transferência para o Chelsea, da Inglaterra.

Além do jovem das categorias de base, o time carioca negociou os atacantes Pedro Raul e Eguinaldo, para o futebol mexicano e ucraniano, respectivamente. No total, o Vasco recebeu um montante de aproximadamente R$ 110 milhões.

PUBLICIDADE

Já em 2024, o Cruzmaltino faturou alto com a venda de dois jogadores revelados na base, Gabriel Pec e Marlon Gomes. O primeiro se transferiu para o LA Galaxy, dos Estados Unidos, e o volante acertou com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Com as duas saídas, o Gigante da Colina faturou em torno de R$ 110 milhões. Assim, o valor supera a projeção do clube em relação às vendas de atletas na temporada de 2024.