Home Futebol Barcelona ou PSG: Joan Laporta aponta favorito no jogo da Champions League

Barcelona ou PSG: Joan Laporta aponta favorito no jogo da Champions League

Presidente do Barça afirma que o fato de jogar em casa pode fazer bem ao time catalão no confronto contra os franceses

William Nunes
Colaborador do Torcedores
Joan Laporta, presidente do Barcelona, durante entrevista coletiva em 2023

Joan Laporta, presidente do Barcelona, durante entrevista coletiva em 2023 (David Ramos/Getty Images)

O Barcelona terá pela frente o PSG nas quartas de final da Liga dos Campeões. O time francês, comandado por Luis Enrique, ex-treinador do Barça, tenta se recuperar após a desastrosa temporada passada e convive com a inevitável despedida de Mbappé, que saída ao final da temporada.

PUBLICIDADE

No lado catalão, o clima é de otimismo, já que o Barcelona reverteu o cenário de pessimismo que cercava o clube no final do ano passado após conseguir bons resultados no início de 2024. O time está invicto desde janeiro, além da classificação para as quartas da Champions, está próximo de assumir a vice-liderança da La Liga.

Nesta semana, o presidente do Barcelona, Joan Laporta, falou sobre o confronto entre o clube catalão e o PSG nas quartas de final da Champions League.

PUBLICIDADE

“Estamos nas quartas de final da Liga dos Campeões com um jogo muito difícil contra o PSG. Jogar a volta para casa nos faz bem. Temos agora uma equipe supermotivada, objetivos claros. Vamos trabalhar. Lutaremos para vencer”, falou o presidente para a RMC Sport.

“No final podemos ganhar ou perder, mas pelo menos teremos vivido momentos muito bonitos na história do Barça, nas quartas-de-final da Liga dos Campeões, e esperamos chegar às semifinais”, acrescentou.

Presidente fez críticas ao pessimismo em torno do Barcelona

Devido à crise esportiva e financeira que o Barcelona tem vivido nos últimos anos, o time espanhol tem se encontrado cercado de um certo ceticismo, com muitos não acreditando que uma volta ao topo é possível.

“Estou pedindo aos catastrofistas e àqueles que não acreditem em nos deixar trabalhar, e é isso que fazemos. Eu insisto, vamos sonhar. Sonhamos com algo que não é uma fantasia, mas que hoje é uma realidade.”, falou Joan Laporta.

PUBLICIDADE