Home Futebol Casagrande aponta treinador que deveria ter assumido seleção brasileira: “Minha opinião”

Casagrande aponta treinador que deveria ter assumido seleção brasileira: “Minha opinião”

Ex-jogador, no entanto, não deixou de elogiar o início de trabalho do atual comandante técnico, Dorival Júnior, após a estreia

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Casagrande, ex-jogador e comentarista

Casagrande durante papo no podcast "Benja Me Mucho" (Reprodução - YouTube)

O comentarista Walter Casagrande repercutiu neste domingo (24), em sua coluna do UOL Esporte, um pouco mais da vitória da seleção brasileira sobre a Inglaterra, em Wembley, e teceu elogios ao técnico Dorival Júnior, destacando o potencial do profissional na organização dos seus times. Casão, no entanto, voltou a se posicionar dizendo que Abel Ferreira, do Palmeiras, poderia ter sido o treinador escolhido pela CBF.

PUBLICIDADE

Casagrande inicia o texto com elogios a Dorival, chamando atenção para uma semelhança nos trabalhos dele no SPFC e Flamengo com a sua missão na seleção brasileira. Ao longo do material opinativo, ele classificou como inviável o estilo de Fernando Diniz para o escrete, dada a complexidade do esquema proposto pelo mesmo, e mais uma vez citou que Abel Ferreira, talvez, tivesse sido a melhor escolha.

“Antes de tudo, quando Tite deixou o comando da seleção — algo que a CBF já sabia há tempos —, o novo treinador deveria ter sido o Abel Ferreira, na minha opinião. Entre os brasileiros, no entanto, Dorival era aquele que havia feito um grande trabalho no Flamengo em 2022”, destacou Casagrande.

PUBLICIDADE

“Era quase unânime que seria ele o cara certo para ser o interino até a possível chegada de Carlo Ancelotti. Bom, finalmente ele chegou e conseguiu em pouco tempo organizar taticamente um time que estava perdido. Não podemos esquecer que foi um amistoso, mas temos que valorizar o modo como a seleção jogou”, complementou o comentarista.

Casagrande pede Endrick como camisa 9

Em vídeo publicado nas redes sociais logo após o triunfo do Brasil em Londres, Casagrande exaltou a exibição dos comandados de Dorival, e pediu para o treinador colocar Endrick, autor do tento da vitória, como titular no comando ofensivo, fazendo trio com Rodrygo e Vinícius Júnior. Na visão do ex-jogador, a joia do Palmeiras tem potencial de sobra para tal responsabilidade, mesmo tendo apenas 17 anos.