Home Futebol Casagrande surpreende e pede atacante como titular na seleção brasileira

Casagrande surpreende e pede atacante como titular na seleção brasileira

Ex-jogador palpitou, no entanto, que escrete canarinho terá uma outra formatação no comando ofensivo entre os 11 iniciais

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Dorival Júnior, técnico da seleção

Dorival Júnior comanda treino na Inglaterra (Rafael Ribeiro - Divulgação - CBF)

No próximo final de semana, será iniciada a “Era Dorival Júnior” na seleção brasileira. Nos primeiros desafio à frente do time, o treinador terá pela frente as fortíssimas Inglaterra e Espanha na Data Fifa. Ao avaliar as expectativas para os embates amistosos na coluna do UOL Esporte, o comentarista Walter Casagrande sugeriu ao técnico uma novidade no comando ofensivo: Endrick.

PUBLICIDADE

“Dorival estreia na seleção e para mim o Endrick deveria ser titular”, disse Casagrande no título do texto opinativo. Na visão do ex-jogador, o atacante do Palmeiras, já negociado com o Real Madrid, deveria fechar um trio ao lado dos futuros companheiros Rodrygo e Vinícius Júnior. Neste cenário, Richarlison, do Tottenham, seria sacado dos 11 iniciais.

Escalação titular de Casagrande: Rafael; Danilo, Murilo, Beraldo e Ayrton Lucas; André, Bruno Guimarães e Paquetá; Rodrygo, Endrick e Vinicius Júnior.

PUBLICIDADE

Casagrande mostra empolgação com novo ciclo

Ainda no texto, Casagrande prospectou uma boa expectativas para os dois primeiros jogos da seleção brasileira com Dorival Júnior. Na visão do comentarista, haverá um empenho e entrega dos jogadores, ratificando o discurso de desejo fixado pelo treinador logo em sua coletiva de apresentação, mas os confrontos serão “testes complicados”.

“O que podemos esperar desse jogo? Espero ver jogadores comprometidos, focados e jogando com verdadeiro amor pela nossa camisa, e não apenas de forma superficial. Sem dúvida, não será fácil para a Inglaterra nos vencer, e muito menos ficar fechados na defesa”, avaliou Casagrande.

Depois de enfrentar ingleses e espanhóis no Wembley e Santiago Bernabéu, a seleção brasileira terá um recesso, mas já possui um amistoso fixado para enfrentar o México na próxima Data Fifa, que antecederá a disputa da Copa América. Nos bastidores, a CBF trabalha para alinhar mais um compromisso para o time de Dorival Júnior.