Home Futebol Conselho Deliberativo do Palmeiras aprova balanço financeiro de 2023

Conselho Deliberativo do Palmeiras aprova balanço financeiro de 2023

Verdão arrecadou R$ 839 milhões no ano passado e um superávit de R$ 8,5 milhões

Márcio Padula
Jornalista e publicitário. Redator e editor de conteúdos para sites, revistas, jornais, blogs, informativos. Trabalho com mídia impressa, publicidade e assessoria de comunicação há mais de 25 anos. Experiência em jornais, revistas, blogs, atuando na elaboração, redação e editoração de textos, matérias, colunas. Responsável, por 10 anos, por uma editora de revistas customizadas. Mais de cinco anos de experiência em publicidade e desde 2021 editor de conteúdo na empresa Navve (torcedores.com).
Allianz Parque, arena do Palmeiras

Allianz Parque - Alexandre Schneider/Getty Images

O Palmeiras teve a reunião do Conselho Deliberativo (CD), nesta segunda-feira (11), que aprovou o balanço financeiro de 2023 do clube, que teve uma arrecadação de R$ 839 milhões na temporada e um superávit de R$ 8,5 milhões.

PUBLICIDADE

No total, participaram da reunião, na sede social do Verdão, 199 conselheiros que aprovaram por unanimidade. Apenas oito conselheiros aprovaram o documento com ressalvas, mas com pequenos pontos.

Na previsão do clube em 2022, no previsto para o orçamento de 2023, o Palmeiras ainda teve um aumento de receita de R$ 130 milhões. Algumas áreas se destacaram para este salto em arrecadação.

PUBLICIDADE

No campo do licenciamento da marca e franquias, em 2022 foram R$ 22,7 milhões, já em 2023 foi de R$ 37,5 milhões, o que dá um crescimento de 65%.

No programa de sócio torcedor do Verdão, o já consagrado Avanti teve um aumento de 18%, com R$ 49,7 milhões arrecadados em 2022, contra os R$ 58,7 milhões de 2023.

De maneira contrária, publicidade e patrocínio tiveram uma queda de 11% na arrecadação, pois foram R$ 142,6 milhões em 2022, e R$ 127,1 milhões em 2023.

Vale uma ressalva aqui, pois a existiu uma renegociação no contrato com a Sócios, que é a empresa que explora o ‘Fan Token’ do Palmeiras.

PUBLICIDADE

O futebol feminino do clube também teve um crescimento em arrecadação, com as receitas de patrocínio e as vendas de placas de publicidade pulando de R$ 14,5 milhões em 2022, para R$ 26,2 milhões em 2023.

Palmeiras tem como grandes fontes de receitas a venda de jogadores e direitos de transmissão  

Evidentemente, as grandes fontes de receita do Verdão no ano passado não poderiam deixar de ser com vendas de jogadores, que ultrapassou os R$ 180 milhões, direitos de transmissão, na mesma casa, publicidade e patrocínio com R$ 127 milhões, premiações com quase R$ 80 milhões; e por fim a arrecadação com jogos, que passou dos R$ 60 milhões.

Agora, para 2024, o Palmeiras já fechou o seu orçamento que prevê R$ 880 milhões em receitas, e deste montante R$ 300 milhões são com negociações de jogadores.

Nestes números mágicos, o Verdão terá a venda do atacante Endrick ao Real Madrid, que como terá sua transferência acontecendo em julho, o lançamento contábil também fica para este mês do ano.  

PUBLICIDADE