Home Futebol Flavio Prado exalta ex-jogador da seleção brasileira: “Craque”

Flavio Prado exalta ex-jogador da seleção brasileira: “Craque”

Comentarista fez comentário sucinto sobre o atleta que se aposentou recentemente, após passagens por grandes clubes do país

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Flavio Prado, comentarista

Flavio Prado durante entrevista para podcast (Reprodução - Flow - YouTube)

Figura ativa nas redes sociais, o jornalista Flavio Prado compartilhou registro ao lado do ex-jogador Ricardo Oliveira nesta sexta-feira (22) no Instagram. Presente no mesmo evento em que o ex-atacante estava palestrando, o comentarista da Jovem Pan classificou o amigo como um “craque”.

PUBLICIDADE

“Grande prazer em reencontrar o amigo e craque Ricardo Oliveira no evento “Há Vida no Esporte”, disse Flavio Prado na legenda do post.

Aposentado dos gramados desde o ano passado, Ricardo Oliveira acumulou uma bagagem expressiva no futebol nacional e também fora do país. No Brasil, o atacante iniciou a trajetória na Portuguesa, e depois defendeu clubes como Santos, São Paulo, Atlético-MG, Coritiba e Brasília, onde encerrou a carreira.

PUBLICIDADE

No âmbito internacional, o artilheiro passou por Milan, onde foi campeão da Champions League na temporada 2006-07, além do Betis, Valencia e Real Zaragoza, da Espanha, e do Al Jazira e Al Wasl, dos Emirados Árabes.

O bom desempenho na primeira metade dos anos 2000 rendeu ao atacante convocações para a seleção brasileira, onde chegou a disputar a Copa América de 2004 e a Copa das Confederações de 2005.

Flavio Prado vê Garrincha como ‘incomparável’

Nesta semana, em outro post feito no Instagram, Flavio Prado destacou o legado deixado por Mané Garrincha, e foi direto ao cravar que o futebol não terá mais um atleta da genialidade do astro que marcou época com a camisa da seleção brasileira e do Botafogo.

“Garricha era um gênio irreverente. O que ele fazia, ninguém jamais fez. E nem fará”, afirmou o comentarista na publicação, resgatando momentos exponenciais do “gênio das pernas tortas”. Craque histórico do futebol brasileiro, Garrincha foi bicampeão com a seleção, faturando os títulos nas Copas de 1958 e1962, atuando como protagonista ao lado de Pelé.

PUBLICIDADE