Home Futebol Neto vê “cara nojento” e dispara contra “mimimi” no futebol do Brasil: “Toda hora”

Neto vê “cara nojento” e dispara contra “mimimi” no futebol do Brasil: “Toda hora”

Apresentador deixou aviso sobre comportamento de Abel Ferreira e Fernando Diniz em solo nacional

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Neto, ex-jogador e apresentador da Band.

Craque Neto, em discurso na Rádio Bandeirantes (Reprodução)

Sem papas na língua, Neto direcionou dois fortes recados a Abel Ferreira e Fernando Diniz. Inicialmente, o português foi rebatido após discordar da posição de favorito atrelada ao Palmeiras. Neste contexto, o ex-jogador acredita que o comandante do time alviverde precisa reconhecer os méritos da própria equipe antes de condenar o trabalho da imprensa.

PUBLICIDADE

“O Abel Ferreira fala que a imprensa coloca o Palmeiras como favorito para botar pressão. Como o Palmeiras não vai ser candidato aos títulos do Paulista, Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores? Com tudo aquilo que o Palmeiras faz. Se tem um time a ser copiado é o Palmeiras, e um treinador a ser imitado é o Abel Ferreira.”, disse Neto, na Rádio Bandeirantes.

Para embasar o ponto de vista, Neto lembrou que o Palmeiras, mesmo sem jogadores importantes, consegue manter o alto nível em campo. Além disso, ressaltou-se que a ausência do Allianz Parque, por enquanto, não vem impactando no rendimento do Verdão.

PUBLICIDADE

“Tira o Gustavo Gómez, que se machucou, e parece que não aconteceu nada, e é só o melhor zagueiro do Brasil. Tira o Raphael Veiga, que não estava jogando bem, e faz gol. O Palmeiras foi jogar na Arena Barueri, que não tem nada, e foi 5 a 1.”, completou.

Neto dispara contra Fernando Diniz

Adotando um tom mais duro, Neto se mostrou irritado com Fernando Diniz. Após o técnico do Fluminense, eliminado do Carioca, responder críticas sobre suas escalações, o ex-jogador vê uma postura “nojenta” e totalmente repudiável no tratamento envolvendo os jornalistas.

“Olha o Fernando Diniz, que cara mais nojento e mais chato! Que ridículo. Quer dizer que não podem fazer perguntas? Qualquer pergunta que se faça ferindo o futebol dele não presta?”

“O Ganso e o Renato Augusto não podem ser titulares, mas se você fala isso, ele te arrebenta. A última palavra é sempre a dele, um erro gravíssimo. Vem esse papo furado de ‘Dinizismo’, uma palavra ridícula. Eu não gosto do jogo dele, se fosse meu time, eu ia ficar mais p… ainda. Não é o Cruyff e a seleção holandesa (…) Dois treinadores que ganharam títulos nos últimos anos ficam de mimimi toda hora.”, disparou.

PUBLICIDADE