Home Futebol Arnaldo Ribeiro vê Flamengo de Tite como ‘supervalorizado’: “Talvez não seja avassalador”

Arnaldo Ribeiro vê Flamengo de Tite como ‘supervalorizado’: “Talvez não seja avassalador”

Rubro-Negro teve estreia na Libertadores com empate após mais de dois meses sem ser vazado

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Tite em treino do Flamengo

Tite durante treino no Flamengo. (Créditos: Marcelo Cortes /CRF)

O Flamengo não cedia um gol desde janeiro e se encaminhava, pelo menos para a mídia esportiva, como um dos grandes protagonistas para a temporada. Entretanto, a estreia morna do Rubro-Negro na Libertadores contra o Millonarios da Colômbia fez com que Arnaldo Ribeiro fizesse uma análise das declarações já feitas do clube.

PUBLICIDADE

Arnaldo Ribeiro analisa Flamengo de Tite após empate

Durante o programa UOL News Esporte, o comentarista esportivo relembrou que a contratação do treinador fez com que alguns apontassem que Tite “não fosse a cara do Flamengo”. Posteriormente, o bom desempenho do Rubro-Negro no Campeonato Carioca levou o elenco a ser considerado como “o time que não toma gol”.

Arnaldo Ribeiro projetou a temporada do clube afirmando: “Eu vejo o elenco do Flamengo mais forte pela primeira vez nesses últimos anos do meio para trás do que do meio para frente. Porque tem um certo enxugamento, discreto, e turbinado pela ausência de Gabigol (…). No setor ofensivo, o Tite gosta de jogar com três atacantes, ele tem apenas um reserva grande que é o Bruno Henrique, sem o Gabigol, o resto é tudo garoto”.

PUBLICIDADE

O jornalista esportivo comentou que há mais opções do meio-campo e da defesa, para o especialista, a falta de De la Cruz foi importante na estreia da Libertadores. E projetou: “Acho que esse é um fator que pode pesar no Brasileirão, principalmente nessa época maravilhosa da Copa América, onde o Flamengo terá vários desfalques”.

Finalmente, analisou: “Flamengo talvez não seja avassalador com o Tite, um time avassalador, mas ele tem um time seguro. Que estava valorizando muito a tal de defesa intransponível e, ontem (02), tomou gol. Tomou gol e perdeu três pontos”. Arnaldo Ribeiro acredita que continuará sendo um time competitivo, finalizando com: “Um time chato, mas que pode dar resultado”.