Home Futebol Gilmar Rinaldi expõe ‘treta’ com Romário no Flamengo: “Falei na cara”

Gilmar Rinaldi expõe ‘treta’ com Romário no Flamengo: “Falei na cara”

Ex-goleiro diz que Baixinho deu trabalho quando era dirigente do Rubro-Negro e relembra episódio polêmico

Eder Bahúte
Jornalista diplomado. Apaixonado por radiojornalismo e esportes em geral. Especialista em nada, mas dá pitaco em tudo. Leitura de biografias, games e séries. Contato: [email protected]
Romário

Rinaldi conta bastidores dod problemas com Romário no Fla - Reprodução/YouTube

Atleta dos mais reconhecidos do futebol brasileiro, Gilmar Rinaldi participou nesta semana do podcast Benja Me Mucho, no YouTube. Em conversa com Benjamin Back, ele recordou algumas das muitas ‘tretas’ que teve com Romário quando era diretor no Flamengo. Segundo ele, o atacante tinha o costume de ‘escolher’ quais jogos iria participar, fato este que incomodava o ex-goleiro.

PUBLICIDADE

“Ele escolhia alguns jogos pra jogar. Ele falou que estava com uma dorzinha e tals. Tabom, falei com Dr. Runco e ele disse. ‘Não, o baixinho é complicado, não se preocupe. No próximo jogo ele…’. Não, eu quero ele para esse jogo”, inicia Rinaldi.

Irritado, o dirigente então ligou para o presidente e relatar tudo o que estava acontecendo. Com o aval de cima, decidiu então seguir a diante com sua decisão.

PUBLICIDADE

“Eu liguei para o presidente, falei pra ele que. ‘Posso fazer o que tem que ser feito?’ Ele autorizou. Ressonância. Hoje em dia você não engana mais. Doutor Runco chegou lá, vamos fazer a ressonância, Romário chegou, bateu a porta que ela quase caiu. ‘Porra, que coisa é essa?’. Eu respondi no mesmo estilo”, conta Rinaldi.

“Quem você está pensando? Alguém é idiota aqui? Se você me conta uma história eu posso até…mas desse jeito não. Você vai fazer sim, se não é rescisão de contrato por justa causa. Fez o exame, não tinha nada e foi pro jogo”, completa.

Um período depois, novo episódio envolvendo o Baixinho e, desta vez Rinaldi aplicou uma multa no bolso do jogador. Romário, incomodado, teria decidido ‘tirar’ o dirigente do Flamengo. Em uma reunião entre as partes, Gilmar disparou.

“Não confio nele, não é de confiança. Aí ele abaixou a cabeça. Eu falei pra ele, você não tem um amigo, não tem nenhum amigo, você tem serviçal, aqueles lambe lambe do futebol. Foi isso, no dia teve a multa, ele assinou. E aí depois teve um outro fato que aí eu mando ele embora”.

PUBLICIDADE

Gilmar Rinaldi contra na íntegra a treta com Romário no Flamengo