Home Futebol Casagrande alerta Abel Ferreira sobre risco no Palmeiras contra o Santos: “Não faz parte”

Casagrande alerta Abel Ferreira sobre risco no Palmeiras contra o Santos: “Não faz parte”

Comentarista sinalizou que o português não pode ser teimoso ao escalar o time alviverde

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Abel Ferreira.

Abel Ferreira, treinador do Palmeiras (Cesar Greco - Palmeiras)

Sem Gustavo Gómez 100%, Abel Ferreira decidiu escalar Marcos Rocha, Luan e Murilo na Vila Belmiro. Ainda que a formação tenha sido efetiva em outras ocasiões, Casagrande acredita que, para a vantagem do Santos ser revertida, o técnico do Palmeiras precisa mudar o esquema. Isso porque o meio-campo teve problemas na criação de jogadas, algo que prejudicou Endrick e Flaco López.

PUBLICIDADE

Na visão de Casagrande, Abel precisa abrir mão dos três zagueiros no segundo jogo da final. Caso a alteração seja feita, Richard Ríos pode começar jogando nos 90 minutos restantes da decisão do Campeonato Paulista.

“Eu não faria o mesmo esquema. Além de ser teimoso, ele quer mostrar que o esquema, em algum momento, dá certo. Por isso que fica repetindo.”, disse Casão, no Fim de Papo, do UOL Esporte.

PUBLICIDADE

“Não precisa de um terceiro zagueiro em um jogo que se precisa ganhar. Tira um zagueiro e coloca mais um cara no meio para ajudar na criação. Faz um quadrado no meio, e deixa Endrick e Flaco López mais avante, com o Endrick se preocupando em atacar e fazer gols.”, acrescentou.

Apesar da derrota, Abel Ferreira pode insistir nos três zagueiros. Diante disso, Casagrande citou que o português vai assumir um grande risco, já que o Santos deve entrar em campo bastante retrancado.

“Se o Abel for teimoso, ele vai correr riscos porque o Carille vai se fechar lá atrás, pelo menos o que sempre fez. Ele foi tricampeão no Corinthians jogando fechado, e vai jogar fechado de novo. Se ficar com um terceiro zagueiro, vai ser um jogador inútil. Tem que pôr outro jogador no meio para ganhar o meio-campo e ficar agredindo o tempo todo. O terceiro zagueiro não faz parte dessa partida.”, alertou.

Casagrande exalta dupla do Santos

Sem sofrer gols, o Santos alcançou uma vantagem importante para o segundo jogo. Neste cenário, Casagrande fez questão de valorizar o desempenho de Gil e Joaquim, dupla que vem se mostrando cada vez mais entrosada.

PUBLICIDADE

“O Santos ganhou taticamente do Palmeiras porque não foi brilhante tecnicamente, teve o volume de jogo (…) O Santos, taticamente, jogou pra caramba. A dupla de zaga, Joaquim e Gil, jogaram pra caramba.”, afirmou.