Home Futebol Gerson Canhotinha vê meia diferenciado no futebol brasileiro: “Brinca de jogar”

Gerson Canhotinha vê meia diferenciado no futebol brasileiro: “Brinca de jogar”

Tricampeão do mundo apontou condição para titular do Palmeiras ganhar espaço com Dorival Júnior na seleção

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Flamengo x Palmeiras.

Flamengo x Palmeiras, em jogo pelo Brasileirão (Cesar Greco/Palmeiras)

Assumindo a responsabilidade na final do Paulistão, Raphael Veiga, de pênalti, abriu o placar em Palmeiras x Santos. Como o camisa 23 possui um status elevado no time alviverde, Gerson Canhotinha vê o atleta sendo dono de um potencial de brilhar na seleção brasileira. Porém, para o cenário virar realidade, existe a necessidade de um melhor desempenho em eventuais chances com Dorival Júnior.

PUBLICIDADE

Além de Raphael Veiga, Gerson Canhotinha exaltou o futebol de Zé Rafael. Após o retorno à posição de segundo volante, o polivalente jogador do Palmeiras vem formando uma dupla consistente ao lado de Aníbal Moreno.

“Esse cara joga pra caramba. Raphael Veiga. Joga muito. Ele tinha que jogar o que joga no Palmeiras, mas na seleção brasileira. Ele não entrou muito bem, foi mais ou menos. Pelo o que ele joga no Palmeiras, ele brinca de jogar futebol. Como o Zé Rafael brinca no meio-campo, é muito bom jogador. Tem um passe muito bom.”, disse o Canhotinha de Ouro, em live no YouTube.

PUBLICIDADE

Na sequência, o futebol de Piquerez também ganhou reconhecimento. Bastante ofensivo, o uruguaio, dono de chutes potentes, se tornou uma opção importante nas jogadas ofensivas armadas por Abel Ferreira.

“Esse Piquerez, o que esse cara tá jogando na lateral é brincadeira. Ele joga na lateral, ponta, meia, centroavante… tá no bico da pequena área recebendo bola. Ele é muito bom. Eu gosto do time do Palmeiras.”, afirmou.

Gerson exalta dupla do Flamengo

Pelo lado do Flamengo, Gerson valorizou Arrascaeta e De La Cruz. Ganhando o apoio do compatriota no meio-campo, o ex-jogador do River Plate foi descrito como um jogador fora do normal pela dedicação de percorrer todo o gramado.

“O Arrascaeta faz tudo. Lança, faz gol, dribla… é um belíssimo jogador. O De La Cruz, o que ele está correndo… é um armador, sabe jogar! Tá correndo como um menino de 18 anos. É um super jogador.”, enalteceu.

PUBLICIDADE