Home Futebol Milton Neves rechaça Ronaldo Fenômeno e elege herói de título na seleção brasileira

Milton Neves rechaça Ronaldo Fenômeno e elege herói de título na seleção brasileira

Ex-jogador, Rivaldo completa 52 anos de idade e é enaltecido pelo jornalista: “O gênio calado”

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles
Rivaldo e Ronaldo Fenômeno

Rivaldo e Ronaldo Fenômeno na Copa do Mundo de 2002. Foto: Divulgação/CBF

Milton Neves enalteceu a história de Rivaldo no futebol e destacou que o meia foi o melhor da Copa do Mundo em 2002 pela seleção brasileira. Para o jornalista, o ex-Palmeiras jogou mais bola do que Ronaldo Fenômeno, que foi o artilheiro da competição e fez dois gols na final contra a Alemanha.

PUBLICIDADE

“Para mim, foi o grande herói da Copa do Mundo de 2002. A história de superação de Ronaldo Fenômeno foi emocionante. Mas, sem Rivaldo, o gênio calado, nós não teríamos levado o penta”, cravou o jornalista, no Uol.

Rivaldo fez história na seleção, Barcelona e no futebol brasileiro ao longo de sua carreira. Para Milton Neves, ele venceria diversas vezes o prêmio de melhor do mundo se jogasse atualmente.

PUBLICIDADE

“Meia-atacante clássico, alto, de queixo erguido, chute potente, visão de jogo impressionante e velocidade rara para um jogador tão alto. Se jogasse hoje, levaria facilmente mais umas três Bolas de Ouro”, argumentou ele.

A CBF homenageou o craque brasileiro: “Rivaldo é um dos grandes jogadores da história da posição a vestir a camisa da seleção brasileira”, diz a nota da entidade. “Foram 78 jogos e 38 gols, média de quase uma bola na rede a cada duas partidas, ao longo de sua linda trajetória com a Amarelinha”, informou logo em seguida.

Rivaldo completa 52 anos

Entre diversos momentos de destaque na carreira, o ex-jogador de 52 anos tem como principal feito o protagonismo ao lado de Ronaldo no título da Copa do Mundo. Decisivo com passes e gols, ele comandou o meio-campo.

PUBLICIDADE

Rivaldo venceu muitos outros títulos ao longo da carreira, com destaque para o Brasileirão pelo Pameiras e a Champions League com o Milan. No Barcelona, foi eleito o melhor do mundo uma vez e conquistou taças nacionais.