Home Futebol Neto indica “sério candidato” ao rebaixamento no Brasileirão Série A: “Infelizmente”

Neto indica “sério candidato” ao rebaixamento no Brasileirão Série A: “Infelizmente”

Ex-jogador também emitiu alerta após mais uma derrota do Corinthians no campeonato

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Craque Neto.

Neto, apresentador da Band (Reprodução)

Após o início somando três pontos, o Vasco se encontra em sinal de alerta no Brasileirão. Apresentando falhas defensivas no confronto diante do Fluminense, a equipe de Ramón Díaz acumulou mais uma derrota, algo que fez Neto projetar mais uma luta contra o rebaixamento. Sem enxergar sinais de evolução, o comunicador da Band não possui dúvidas de outra temporada de sufoco para o Cruz-Maltino.

PUBLICIDADE

“O Fluminense ganhou de 2 a 1 do Vasco. É a segunda derrota consecutiva do Vasco. O Vasco vai ser um sério candidato ao rebaixamento, infelizmente. É um time que eu gosto demais.”, disse, em comentário na Rádio Craque Neto.

Mesmo com o alerta, Neto não deixou de citar que o Vasco foi prejudicado no clássico. Isso porque um possível pênalti cometido por Manoel sequer teve revisão do VAR, erro descrito como imperdoável.

PUBLICIDADE

“O Fluminense consegue reverter a derrota para o Bahia e ganha de 2 a 1. Mas teve um lance de pênalti que não foi dado para o Vasco que é uma coisa absurda.”, prosseguiu.

Neto exalta recuperação do Grêmio no Brasileirão

Derrotado pelo Vasco na primeira rodada, o Grêmio vem se reabilitando no Brasileirão. Levando em conta o triunfo do Tricolor sobre o Cuiabá, Neto aproveitou para alfinetar o Corinthians, desbancado pelo Red Bull Bragantino.

“O Grêmio, que ganhou do Athletico Paranaense, ganhou a segunda consecutiva. Tinha perdido a primeira para o Vasco, em que foi trucidado. Vai para seis pontos. O Grêmio é um grande time em relação ao elenco? Não. Mas é um grande clube, tem uma camisa extraordinária. De três jogos perdeu um e ganhou dois. O Corinthians perdeu dois e empatou um.”

PUBLICIDADE

“Se tem camisa, tem que ganhar! Se não ganhar, vai correr pra trás.”, alertou.