Home DESTAQUE Oscar Schmidt rejeitou a NBA para representar a seleção brasileira em Jogos Olímpicos; relembre

Oscar Schmidt rejeitou a NBA para representar a seleção brasileira em Jogos Olímpicos; relembre

Mão Santa conquistou o emblemático título Pan-Americano de 1987; brasileiro obteve grande destaque no basquete europeu

Bruno Bravo Duarte
Bruno Bravo Duarte é um jornalista que atua como editor, redator e repórter há mais de dez anos. Formado em Comunicação Social com habilitação em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá em 2004, teve passagens por EQI Investimentos, Naspistas.com, Jornal Povo, Jornal do Rock e Niterói TV. Atualmente no Torcedores.com
Oscar Schimidt - Brasil

Oscar em ação pela Seleção Brasileira (Jed Jacobsohn/Getty Images)

O ex-jogador de basquete Oscar Schmidt entrou para a história ao ser considerado um dos atletas mais emblemáticos do esporte brasileiro. O Mão Santa teve a oportunidade de atuar em cinco Jogos Olímpicos e este fator o afastou de uma possível participação na NBA.

PUBLICIDADE

Schmidt chegou a ser draftado pelo antigo New Jersey Nets em 1984, mas acabou rejeitando a proposta. Naquela época, a Federação Internacional de Basquete (FIBA) não permitia a participação de atletas da NBA em seleções.

“Faria tudo de novo, a mesma coisa. Me draftaram no 6º round, escolha 138. Eu sei jogar basquete, cara”, declarou o Mão Santa em uma entrevista à CNN.

PUBLICIDADE

Oscar atuaria em alto nível nos Estados Unidos

Sem oportunidade nos Estados Unidos, Oscar obteve grande destaque no basquete europeu, em especial na Itália. A proibição da FIBA estava relacionada ao alto nível dos jogadores que atuavam na liga norte-americana e este fator representaria grande desigualdade nos confrontos.

A primeira seleção de basquete com astros da NBA foi convocada para os Jogos Olímpicos de Barcelona, realizados em 1992. O “Dream Team”, como ficou conhecido, faturou a medalha de ouro para os Estados Unidos. Michael Jordan, Magic Johnson, Larry Bird, Patrick Ewing, Scottie Pippen, Karl Malone e Charles Barkley eram alguns nomes da equipe.

Do outro lado, Oscar Schmidt também contabilizou títulos e participações importantes pela seleção brasileira. O Mão Santa atuou em três Campeonatos Mundiais, cinco Olímpiadas, faturou o ouro no Pan de 1987, em Indianápolis, quando Brasil derrotou os Estados Unidos por 120 a 115.

PUBLICIDADE