Home Extracampo Palmeiras vai ao STJD e pede punição a John Textor por falas sobre Brasileirão

Palmeiras vai ao STJD e pede punição a John Textor por falas sobre Brasileirão

Verdão cobra no tribunal de Justiça Desportiva uma penalização ao proprietário da SAF do Botafogo por declarações sobre manipulação nas últimas edições de Campeonato Brasileiro

Daniel Linhares
Daniel Linhares é um dos editores do Torcedores.com. Com passe negociado junto à equipe ao final da temporada 2022, segue acumulando experiência e contribuindo para o time conquistar taças. Sempre atento aos assuntos futebolísitcos e os desdobramentos que vão além das quatro linhas.
Liela Pereira Palmeiras

Leila Pereira, presidente do Palmeiras, durante entrevista coletiva no início de 2024. (Créditos: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

O Palmeiras se movimentou nos bastidores e entrou com ação no STJD pedindo punição a John Textor. Na noite da última segunda (1º), o dono da SAF do Botafogo afirmou que o Verdão foi beneficiado por manipulação de resultados nas duas últimas edições do Brasileirão, mas não apresentou provas disso.

PUBLICIDADE

De acordo com informações do portal ge.globo, o pedido do clube alviverde é de que John Textor seja punido financeiramente e suspenso por um período relativo a cada declaração contra a equipe paulista. Por enquanto, o órgão máximo da Justiça Desportiva ainda não tinha emitido uma decisão.

A ação do Palmeiras no STJD dá prosseguimento à polêmica envolvendo o estadunidense após a dsputa do Brasileirão Série A 2023.

PUBLICIDADE

Pouco depois do dono da SAF do Glorioso afirmar ter provas de manipulação nas duas últimas edições do campeonato, sem de fato apresentar essas provas até o momento, o Alviverde divulgou nota em quem chama o estadunidense de ‘caricato’.

Ainda segundo o ge.globo, o departamento jurídico do Palmeiras vem montando uma estratégia contra Textor desde março. Conforme declarando pelo dono da SAF do Botafogo nos últimos meses, a intenção é de levar o caso à Justiça Comum e não ao STJD, da Justiça Desportiva.

Além de ação do Palmeiras no STJD, São Paulo e Fortaleza se pronunciaram sobre declarações de John Textor

O pedido do Verdão na Justiça Desportiva não foi a única consequência das falas do dono da SAF do Botafogo. O SPFC e o Leão do Pici também se manifestaram com críticas ao estadunidense, prometendo tomar as medidas legais cabíveis.

Segundo a versão de John Textor, jogadores do São Paulo e do Fortaleza teriam apresentado comportamentos suspeitos nos jogos contra o Palmeiras no Brasileirão de 2023 e de 2022, respectivamente.

PUBLICIDADE

O Palmeiras entrou na mira de John Textor por conta da disputa do título da última edição do Campeonato Brasileiro. Após um primeiro turno histórico, o Glorioso não conseguiu manter a liderança e acabou sendo superado pelo Verdão, que ficou com a taça.