Home Futebol PVC aponta atitude de Neymar que pode render “justa causa” na Arábia

PVC aponta atitude de Neymar que pode render “justa causa” na Arábia

Craque brasileiro tem contrato com o Al Hilal até a metade de 2025, mas já admite defender outro clube no futebol brasileiro

Marcel Rauen
Jornalista esportivo formado na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Fã e praticante de esportes em geral, mas principalmente do futebol. No Torcedores desde 2015, escrevo basicamente sobre o dia a dia dos clubes brasileiros e sobre a mídia esportiva
neymar

Neymar assiste a jogo do Santos na Vila Belmiro (Guilherme Kastner/Santos )

De acordo com informação revelada pelo UOL Esporte, Neymar já avisou os jogadores do Santos que voltará a atuar pelo clube no Brasileirão do ano que vem. Segundo o jornalista Paulo Vinícius Coelho, o PVC, o jogador pode até retornar ao futebol brasileiro antes.

PUBLICIDADE

Em sua coluna no UOL Esporte desta segunda-feira (1º), o comentarista prevê que o craque brasileiro possa romper seu contrato com o time da Arábia Saudita antes do fim, em junho de 2025.

O título de sua coluna tem: “Neymar e Santos são um caso de amor que pode dar justa causa na Arábia”.

PUBLICIDADE

“Neymar é ídolo da Vila, de onde saiu avisando que voltará para atuar no Brasileiro de 2025. Faz sete meses que assinou contrato com o Al Hilal, jogou cinco partidas, fez um gol e passou mais tempo fora do que dentro de Riad. Na Arábia Saudita, não é ídolo. Nem tudo se perdoa”, alertou PVC.

Se Neymar vai ou não conseguir a liberação ainda não está definido, mas craque deve estar no Allianz Parque no próximo domingo no jogo que vai definir o campeão paulista de 2024.

“Inegável que Neymar fez parte da festa santista e da justa alegria do clube gigante nesta segunda-feira. O trabalho é para ganhar o título no Allianz Parque. Nenhum árabe se surpreenderá se Neymar aparecer por lá para comemorar”, finalizou PVC.

PUBLICIDADE

Al Hilal pagou 100 milhões de euros por Neymar

O craque brasileiro foi contratado em agosto do ano passado junto ao PSG por um valor de 100 milhões de euros (R$ 540 milhões na cotação da época), entre bônus e variáveis.

No Al Hilal, se permanecer até o final de seu contrato, Neymar receberá um total de 320 milhões de euros (cerca de R$ 1,7 bilhão), incluindo salário, luvas e acordos comerciais.

Serão cerca de R$ 70 milhões por mês, ou R$ 2,3 milhões por dia.