Home Futebol Raphael Veiga desabafa e admite que não vive bom momento no Palmeiras

Raphael Veiga desabafa e admite que não vive bom momento no Palmeiras

Meia-atacante está em baixa no Verdão e abriu o jogo sobre atuações apagadas recentemente

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Raphael Veiga

Raphael Veiga em partida contra o Independiente del Valle (Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

Na quarta-feira (24), o Palmeiras visitou o Independiente Del Valle em partida importante pela 3⁠ª rodada da Libertadores. O Alviverde venceu de virada por 3 a 2, conquistando três pontos importantes na altitude do Equador. Porém, apesar do resultado empolgante para os torcedores, Veiga teve nova atuação abaixo do esperado e comentou o momento em entrevista pós-jogo.

PUBLICIDADE

Raphael Veiga analisa fase no Palmeiras

Questionado frequentemente pelos torcedores e pela mídia esportiva, o meia-atacante do Verdão abriu o jogo sobre o momento atual nas suas redes sociais, afirmando: “Reconhecer os momentos de dificuldade é oq ue nos faz estar sempre buscando evoluir e crescer. Sei do meu momento e vou continuar me dedicando para melhorar. Jamais fugirei das minhas responsabilidades e nunca me esconderei delas”.

Se o camisa 23 não teve um grande desempenho, a partida contra o Independiente del Valle contou com destaque para os Crias da Academia, representada pelo autores de dois dos três gols da equipe alviverde: Endrick e Luis Guilherme. O recém-contratado Lázaro completou o placar.

PUBLICIDADE

Sobre a virada impressionante a partir da entrada dos jovens jogadores, Veiga também escreveu: “Sou muito feliz de participar dessa equipe. Focada, resiliente e pronta para passar por qualquer situação, em qualquer lugar. Parabéns, Luis Guilherme. Muito feliz por você e pelo gol que tanto buscava ter saído em um jogo especial”.

O camisa 23 foi titular na quarta-feira (24), mas teve nova participação discreta e sem grandes oportunidades. Abel Ferreira substituiu o jogador durante o segundo tempo e foi justamente após deixar os gramados que o time conseguiu os dois gols que concluíram a virada do Alviverde.

No domingo (21), Abel Ferreira abriu o jogo em entrevista coletiva sobre o momento de baixa produtividade vivido por Raphael Veiga.

O treinador admitiu que o meia não vivia o seu melhor momento e se culpou pela situação, já que não tem sido poupado, apontando desgaste de partidas como responsável pelo rendimento. Atualmente, o camisa 23 completa 18 partidas com sete gols e quatro assistências na temporada 2024.

PUBLICIDADE